Loading...

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

MÚSICAS POR FORA

Parece que até os cantores evangélicos estão debaixo de censura devido às letras e ritmos de algumas músicas deles. Eles deveriam ser os últimos a passarem por isso dentro das próprias igrejas deles ou pelo menos na comunidade evangélica brasileira.
Nas assembleias de Deus de Recife, PE, as músicas das cantoras Cristina Mel, Aline Barros e Mara Maravilha estão proibidas de serem executadas nas igrejas dessa denominação, que é uma das mais tradicionais no Brasil e prezam pela ortodoxia.
Cristina Mel, que é uma das mais queridas das crianças, devido às suas músicas e aos shows infantis que faz, não tem todas as musicas proibidas. Da mesma forma Aline Barros. Mas Mara Maravilha é realmente a única que não pode tocar de jeito nenhum nas igrejas da Assembleia de Deus. O problema não é só as musicas, mas o exemplo de mal cristã da mesma, que ainda anda tal como ela vivia quando disse que se converteu. Claro que por serem de outras denominações, elas não têm que agir como se fossem da Assembleia de Deus. A única razão para isso é que os pastores dessa igreja teem medo das crianças serem mal influenciadas. De repente elas podem querer usar brinco também, batom, saias curtas, colares, pensarem de um modo liberal e cair na armadilha do presente século: o relativismo. E por fim, não seriam ovelhas obedientes, o que não estaria dentro dos parâmetros da igreja delas. Enfim, esfriariam na fé. Na Assembléia as roupas dizem seu estado espiritual. Se usarem uma roupa bem comportada, é uma boa cristã, se usarem uma mais liberal, é “meio crua.” Pelo menos muitos pensam assim.
Algumas músicas de Cristina Mel estão dentro dos padrões cristãos, não chegam a causar medo de corromperem as crianças. Mas Aline é mais liberal, até musicas parecidas com as de Xuxa Meneghel ela tem. Aliás as duas são amigas. Em certo DVD de Aline Barros ela é alguém que vai de casa em casa e faz com que as crianças obedeçam aos pais, arrumem os seus quartos, e, o que é melhor, ela é uma fada que sai de dentro das coisas mais bizarras. Dentro dos padrões bíblicos isso soa um pouco doutrina de Nova Era. Fica incoerente para uma cantora cristã agir como se fosse uma fada, duende ou groll. Nesse ponto a Assembleia de Deus está mais que correta de proibir certas músicas dessa cantora.
Mara maravilha vez ou outra está às voltas em programas de certos gostos duvidosos, como estar no meio de gente que zombam do Evangelho, anticristãos, ateus, no meio de imoralidades tremendas (I Tm 4.3). Não é um bom  exemplo para as crianças evangélicas. Se saiu das trevas, deve agir como filha da luz, não voltar para o vômito de onde veio. Se foi transformada, que dê fruto de que passou pela lavagem da água pela palavra (Tito 2; Jo 4). O pastor Ailton Alves está certo em Agir dessa forma. É preciso lutar pela fé que uma vez foi dada aos santos, como disse Judas, irmão do Senhor Jesus. Talvez possa soar como exagero do pastor, mas, se for para manter a doutrina bíblica, tudo bem. Costumes passam, mudam, são desprezados, mas a Palavra de Deus permanece para sempre: Para sempre, Senhor, a tua palavra permanece nos céus (Is 40.8). Com certeza muita gente não está contente com esse “radicalismo” da referida igreja, mas é preciso ficar de olhos abertos. Esse mundo está podre demais, e qualquer vacilo pode fazer com as raposinhas causem grandes problemas à videira. Olhai as raposinhas, já dizia Salomão. 
Quem não tem nada para ser falado mal é o Diante do Trono, que começou cantando musicas para o segmento jovem e adulto, e fazendo, depois, músicas infantis, revelando o talento de Ana Paula para esse segmento evangélico. Espera-se que continuem assim.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

O "ULTIMO DIA" DA ESCOLA DE OBREIROS

Quem foi ao Templo Central ontem e cultuou no termino da 93ª Escola Bíblica de Obreiros de Recife, Pernambuco, (24/10/11), se surpreendeu com a maneira que Deus falou através de seu servo, o pastor Juan Pablo, da Espanha.Foi uma palavra marcante.Ele leu primeiro no Salmo 126, que fala dos que voltam do cativeiro, e fez uma preleção sobre isso.
O pastor Junior foi quem foi o tradutor da noite. Algumas vezes o pastor Juan Pablo surpreendia a igreja com seu jeito peculiar de falar, de modo bem aberto.
Foi emocionante. O templo estava lotadíssimo, mas havia vários telões lá fora. 
Quem não foi por ficar com medo de não conseguir entrar deve ter se arrependido. Tem a TV e a internet, mas o bom é estar presente, é mais emocionante. 
A forma como o pastor pregou  foi bem dinâmica, desde o começo se sentia a unção do Espírito Santo sobre ele. Cada um dos que estavam presente foi fortalecido e teve a fé renovada.
Certa altura da pregação ele fez referência a Sara quando estava grávida, dizendo com detalhes bem interessantes, fazendo um quadro da situação daquele casal e como Deus o surpreendeu. Ele faz tudo certo, no tempo certo. Na hora que precisou, o Senhor chegou e fortaleceu a Abraão e a Sara e cumpriu a promessa.
"Deus é o que faz voltar do cativeiro", disse o pastor Juan Pablo. Essa palavra foi impactante, falou pesadamente ao coração dos ouvintes. Depois Deus  o usou para dizer ao pastor Aílton  que iria fazer muito mais do que tem feito até agora, isto é, que a igreja de Pernambuco vão crescer muito mais do que tem crescido. Perguntei a mim mesmo o que virá agora, já que estamos tão fortes, tão abençoados.Parece que Deus está achando pouco o que tem feito até hoje. Que surpresas Deus nos trará ainda? Onde essa igreja de Pernambuco vai parar? A CGADB está admirada com o que Deus tem feito aqui.O Brasil todo se surpreende com Pernambuco.
A tenda armada ficou cheia. Era uma tenda enorme, de vinte e seis colunas, bem erigida, bem organizada.Tudo esse ano foi mais estruturado que o ano passado. A segurança estava impecável. Que o próximo ano seja melhor que esse.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

OS OBREIROS

Nessa segunda-feira dia 24 de outubro, a  ASSEMBLÉIA DE DEUS da cidade de Recife ficará sabendo quem será os novos obreiros que irão trabalhar nas congregações.
Geralmente o numero é bastante  extenso, pois a obra cresce vertiginosamente. Quanto mais obreiros são consagrados mais e mais a igreja vai crescendo para glória de Deus. Cada vez mais o obreiro precisa estar preparado para fazer o trabalho. Não é fácil enfrentar isso tudo que estamos vivenciando na igreja e no mundo.
Precisamos de obreiros mais compreensivos, maduros, que tenham Palavra pra ensinar, que entendam que ele não sao especiais, não passam de servos; que eles estão para servir a igreja, e não para dominar sobre ela, que a igreja é o corpo de Cristo, não objeto deles. É esse tipo de obreiro que precisamos.
Que essa nova safra de obreiro seja de tal forma preparada, que a igreja seja mais e mais abençoada e cresça não só em numero, mas muito mais na graça e conhecimento.

sábado, 22 de outubro de 2011

A HOMENAGEM AO PASTOR AILTON

Quem foi à festa do pastor Ailton se surpreendeu com as homenagens desse ano. Vieram pastores de fora, tanto do Sul quanto do exterior, como o pastor e escritor Abraão de Almeida.
desta vez foram mais sóbrias as homenagens, sem os exageros do ano passado, quando um missionário praticamente colocou ele num pedestal, dando a ideia de que o mesmo era um semideus,digamos assim.
Vieram deputados como Clayton Collins, Adauto, entre outros. Foi algo bem diverso, pois dessa vez a força política da igreja Assembleia de Deus em Pernambuco foi mostrada.
O presidente da CGADB esteve também lá, juntamente com sua esposa e filho. O pastor Ezequias Soares, amigo do pastor Aílton, e mais figuras importantes do sul e sudeste.
As homenagens foram bem variadas, tendo como enfoque principal  o agir de Deus na igreja através do pastor Aílton Jose Alves, seu presidente, que em pouco tempo transformou a igreja numa potência, chamando a atenção tanto de políticos de olho no nicho eleitoral assembleiano, quanto de pastores ligados à CGADB. 
No final, a irmã Judite Alves, sua esposa, deixou um versículo em Romanos, que diz:

"Porque dele e por elee para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém." Isso já fala tudo.


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

O CAPITALISMO E A ETERNIDADE

Fico pensando no que Paulo disse a Timóteo sobre a vida eterna e a busca de riquezas, a qual deixou derrotado muita gente de sua época.
A busca desenfreada por riquezas no modelo capitalista, desde o seu surgimento após o Mercantilismo, no século XVI. Parece que desde então só o que interessa é comprar, vender, buscar riquezas, ter bens materiais, tudo que o modelo capitalista prega. Não é de estranhar isso se até Calvino incentivava essas coisas, dizendo que era um dom de Deus, e que o homem deve usufruir disso. Tanto que  a doutrina da predestinação foi a base para o fortalecimento do Capitalismo no Ocidente.
Desde então ele tem crescido  muito. Esse modelo tem moldado o mundo e os mercados, fortalecido países, derrubado outros, tem dado riqueza a uns,, pobreza a outros. Tudo isso tem feito o esse sistema.
Se isso fosse mesmo assim, o que seria do homem sem a noção da vida eterna. Será que só é para isso que nós existimos? A vida se resume a isso? Se isso fosse verdade quão desgraçados seríamos nós. A vida é mais do que isso, do que essa ganancia enorme, do que essa forma de vida que aqui tem sido a razão de viver de muitos. A vida eterna é que realmente conta. Por aqui tudo se acaba, toda glória tem fim, todo império se rompe, todo dinheiro perde o valor. Foi por isso que Jesus disse para não juntar tesouros na terra, mas no Céu. Lá é para sempre. No capitalismo tudo muda, os mercados se enfraquecem, as bolsas de valores empobrecem, toda ilusão desaparece. Tudo vira poeira.
Vale mais sofrer sem isso, mas alcançar a felicidade em Cristo. É possível viver sem ser escravo do dinheiro, sem amar ele e ter de pagar caro por isso. Basta ter e mente a eternidade. Deus pôs isso no coração do homem para que ele pudesse deseja-la. Isso é  o que importa por aqui. A eternidade é o que realmente nos interessa. Lutemos por ela, embora com muita dificuldade. É com muito sofrimento que alcançamos o Reino de Deus.  Os sistemas se acabam, o dinheiro desaparece, mas para quem teme ao Senhor nascerá o sol da justiça, pois sua palavra permanece para sempre nos céus.


terça-feira, 11 de outubro de 2011

SERÁ UTOPIA?

Será  mesmo que a Assembléia de Deus de Recife vai influenciar o Brasil todo, como muitos tem dito por aí?Será que realmente somos tão maduros espiritualmente a ponto de servirmos de modelo para eles? As vezes penso que isso é um equívoco nosso, pois muitas vezes nossas doutrinas estão baseadas em meros costumes que nada têm a ver com a sã doutrina, mas que servem só para deixar muitos sob domínio do bel prazer de alguem. Penso que para nós chegarmos a esse ponto precisamosa amadurecer mais, amar mais, em vez de crescermos os olhos em ter coisas materiais. O que parece é que a igreja em Pernambuco está se fortalecendo muito e  se entregando ao que não deve se entregar. Parece que o dinheiro está falando mais alto no coração de muitos líderes de nosso meio. De certa forma estamos parecidos com algumas igrejas mercantilistas. A igreja de Corintios era muito cheia de poder, mas era carnal. Brigavam muito, a ganancia era demais. Geurras judiciais, pelejas, prostituições... Não basta ter poder, é preciso também ter maturidade espiritual.