Loading...

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

O MAIS IMPORTANTE DO QUE TUDO

Finalmente chegou o fim do ano! Quantas lutas, quantas vitórias não tivemos. Em todas Deus nos sustentou e fortificou, fazendo-nos mais que vencedores.
Temos que agradecer a Deus por tudo que ele fez por nós, pela graça alcançada, por atravessarmos esse deserto e levarmos nossas cruzes até o porto seguro, Canaã. Que Deus nos abençoe, que continue a nos sustentar com sua destra.
Mesmo que não tenhamos dinheiro no banco sobrando, mesmo que estejamos devendo, e o sucesso ainda não tenha nos alcançado, temos a Deus, sua misericórdia e paz abundante; temos um céu por herança, somos herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, e estamos assentados em regiões celestiais; estamos salvos da ira futura, e nosso futuro está garantido.
Infelizmente, muita gente deixou de ir hoje ao circulo de oração, apesar de ser o último do ano, todos esses cujo dia é na quarta-feira. Em muitos deles, creio que a maioria, poucas pessoas foram, o que me deixou triste. Esse seria o dia para agradecermos a Deus por tudo que fez, pelas vitórias, os dolescentes, os velhos, os homens, toda a igreja, dando graças a Deus por nos ter trazido salvos na sua graça, guardados de todo o mal.
A preocupação de alguns é fazer o cabelo, pintar unhas, preparar comida, comprar sapatos, gastar dinheiro, servindo ao deus do consumo, e esquecendo de Deus, o mantenedor da vida, o sustentador de toda as vidas. Inverteram as coisas. Se não comprarem, não se sentem vivos, não vale a pena viver.
É contra essa inversão que luto, pois isso passa, não vai contar no galardão se eu comprei isso ou aquilo, se fiz comida ou não, mas se eu coloquei Deus em primeiro lugar em minha vida ou não. Que coisa é melhor do que estar na casa de Deus buscando sua presença e louvando a ele por tudo que nos deu. É gostoso ficar no templo orando e ouvindo e vendo os irmãos agradecendo por tudo que Deus fez, e sentindo sua presença maravilhosa, acalmando a tempestade em nosso corações e renovando promessas, fazendo outras, curando, livrando nossos familiares, nos livrando das setas que voam de dia e de noite, e impedindo que algum mal chegue à nossa tenda, segundo o Salmo 91. É esse Deus que muitos estão trocando por uma festa e um pedaço de bolo, e indo atrás do comercio, do consumismo.
Precisamos mudar o conceito que temos de Deus, e dar mais importância ao que realmente importa. Que nesse novo ano que começa, possamos mudar isso.

CANTOS E SOTAQUES REGIONAIS

É interessante o programa Cantos Regionais, mostrando o que há de melhor na música evangélica. É apresentado por uma irmã bastante simpática.
O cenário é bem típico do sertão pernambucano: uma casa de taipa, dois músicos, um, violencista, o outro, tocando sanfona, ou acordeon, como queiram; uma irmã cantando hinos; às vezes, é um irmão. Uma boa fórmula para o final da tarde do domingo.
Os cânticos, geralmente, são antigos, de cantores como Jacira, Zilanda, Vitorino Silva, Mara Dalila, entre outros.
Apesar do sotaque de sotaque, é um programa de boa qualidade, uma programação que preenche a lacuna deixada por outros programas das TV's, mas seculares. No exagero em demonstrar que deve ter um clima regional, os apresentadores carregam na voz cantada, como se não fossem nordestinos e já não tivessem isso normalmente (alguém deveria gravar as vozes deles e mostrar aos mesmos, e verão que não precisam exagerar). O nordestino já tem o sotaque carregado por natureza, mas os apresentadores do programa Cantos Regionais exageram nisso. Fora esse detalhe, é um bom programa, mas que pode melhorar nesse sentido.
Percebe-se a profissionalização cada vez melhor da Rede Brasil; algumas vezes vê-se a imitação, por parte dos integrantes dessa rede, a repetir o que fazem alguns apresentadores famosos, seja nos trejeitos, seja no modo de falar, até que ache sua própria maneira de apresentar, o que leva tempo.
Em todo caso, deixando de lado o “defeito” acima, é bom ter algo de qualidade, quando uma certa TV, dita evangélica, só passa uma programação que em nada lembra o nome de evangélica que tem; só nome, diga-se de passagem.
Os tocadores são sérios, sisudos, passam a ideia de que não há lugar para risos num programa como esse. Sente-se a falta de interação entre os tocadores e os apresentadores. Parecem mais dois quadros que são interpostos.
Apesar de tudo, é um programa que tem varias coisas boas, com as comentadas acima, e, em meio a todo essa gama de programas ruins no domingo, esse é bom, merece a atenção de nossos irmãos;pelo menos assistindo este, não comem coisas podres das emissoras seculares e sem escrúpulos.









segunda-feira, 15 de dezembro de 2014






A BIBLIOTECA QUE INFLUENCIOU PROFUNDAMENTE O MUNDO


Em dezembro, se comemora o Dia da Bíblia, o maior livro do mundo, e o mais traduzido até agora, e o mais lido, escrito por cerca de quarenta autores, nas mais diferentes regiões, nas mais diferentes circunstâncias. FOI O PRIMEIRO A SER IMPRESSO POR GUTEMBERG. É chamado por muitos nomes, entre eles, de o “Livro dos Livros”, a “Bússoloa Eterna”, e está cheio de riquezas tanto históricas, quanto geográficas, e, principalmente, literária, só falando do ponto de vista secular. Foi lendo ela que Lutero fez a Reforma Protestante, e foi traduzindo ela para a língua alemã, incipiente, que ele enriqueceu esse idioma.
Começa com Gênesis, o livro dos começos, onde se inicia a história dos hebreus, começando com a chamada de Abraão, de Ur dos Caldeus, terra de Ninrode e Semíramis, e também fala dos povos que começarm a habitar essa região. Quem não se lembra da história de José, que virou filmes e seriados? Emocionante. A história de Jacó e Isaque, descendentes de Abraão. Lá fala-se do início dos árabes, filhos de Ismael, descendente de Abraão com Cetura, uma de suas mulheres. Israel veio de Isaque, e foi levado para o Egito, onde, através de José, governou esse país africano, sob os hicsos, povo que não era acreditado que existiu, mas foi comprovado, depois, pela arqueologia. Vem, depois, Êxodo, o livro da saída do Egito, onde é lido que Deus enviou dez pragas contra Faraó, ou Casa Grande, o significado desse nome, na mitologia egípcia, representante do deus Rá. Nele, se institui o pacto entre o povo escolhido e Deus, e é dada a Lei de Moisés, que até hoje tem influenciado a humanidade, incentivando o respeito ao próximo, ao amor, e mostra como se deve ser administrado um povo. As riquezas do estilo de Moisés até hoje impressiona. É nesse livro que a Páscoa é instituída, como lembrança do livramento dessa escravidão de quatrocentos e trinta anos. Depois vem Levítico, com seus preceitos religiosos, os detalhes do sacedócio levítico, os animais que não se deviam comer, as turmas do sacedócio, continuando os últimos capítulos de Êxodo. Levítico é uma preciosidade, pois fala dos sacrifícios com detalhes impressionantes, figurando a vinda de Jesus. Números, conta todas as tribos, desde que saŕam do Egito, onde ha relatos que arrepiam, como a condenação de Coré, Dotã, e Abirão, que se rebelam contra Moises. Finalmente, a terra prometida foi, pela primeira vez, vista pelos hebreusm através de doze espias, os quais trouxeram não boas notícias para os que estavam esperando, vindo daí vários castigos. Alguns reis que ficavam à margem oeste do Jordão foram vencidos, e a terra começou a ser povoada pelos Hebreus. Em Deuteronômio, repete-se as leis dadas no Sinai, e láos israelitas são lembrados de tudo que passaram até aquele tempo, cerca de quarenta anos. Moisés vê a terra num monte, e morre. Josué lidera o povo. Os relatos são objetivos, prendem a atenção da gente. Os detalhes geográficos, os animais falados, a terra, os costumes de muitos povos que pensavam não terem existido, como os hititas, ou heteus. Depois vem Josue,relatando as conquistas, dando detalhes dos povos que habitavam aquela região, os Amorreus, Girgaseus, Fereseus, entre outros. A terra é dividida, começam a vir as colheitas, e o povo começa a crescer, cumprindo-se as promessas feitas a Abraão, Isaque e Jacó. Os detalhes, os relatórios, a organização do exercito, e as estratégias, fariam inveja a qualquer Alexandre Magno, Júlio Cesar, e Napoleão. Esses são os seis primeiros livros bíblicos.
Juízes vem depois, contando os altos e baixos do povo de Israel, onde ele começou a adorar outros deuses, como Baal, Astorete, entre tantos deuses daqueles povos, aculturando-se. Mas, em todos esses relatos de guerra, sempre se levantava um herói e livrava eles; verdadeiros generais; tanto julgavam, quanto lideravam o exercito. Vem, depois, Rute, os livros de Samuel, Reis, Crônicas, os livros que falam do retorno da escravidão em Babilônia, como Neemias, e Esdras, tendo correlação com os livros proféticos de Ageu e Malaquias.
Os poéticos são os mais lidos, como os salmos, hinário de Israel, de uma riqueza literária vastíssima, poesia de caráter semítica, metáforas grandiosas, como nos Salmos 23, 46, 91, entre outros. A prosopopéia de Provérbios, no capítulo 8, onde a sabedoria se personaliza, convidando todoa a beberem de seu néctar. O existencialismo original de Salomão, em Eclesiastes, onde tudo é “vaidade e aflição de espírito”, aproveitado depois, por filósofos contemporâneos, como Schompenhauer. Jó é uma obra-prima literária, servindo de modelo para muitos livros mundialmente famosos, com a Divina Comédia. A poesia corre solta em Jó, e as figuras de linguagens são umas das mais ricas da Bíblia.
Em seguida, vem os proféticos, desde Isaías, estadista, poeta, profeta, e que teve e tem até hoje grande influência nas profecias bíblicas. Sua verve era rica, usando um hebraico erudito, com palavras raras. Os capitulos mais famosos são o 35, 53, 61, 60, 63, entre outros. Jeremias, vem após, o profeta chorão, cujo livro não está em ordem, mas tem um estilo forte, e rico, como Isaías. São cinco livros chamados de profetas maiores, e outros 12, chamados de maiores, por causa da quantidade de palavras no hebraico. Esse profeta viu a primeira diáspora de Jerusalém.
Há um intervalo de quatrocentos anos, depois vem Jesus, dividindo a história, tendo quatro biógrafos, Mateus, um discípulo seu, que escreveu para os judeus, explicando com detalhes, os costumes de seu povo, mostrando ele como filho de Deus, descendente de Davi. Juntamente com Marcos e Lucas, que são chamados de evangelhos sinóticos, por conterem vários relatos semelhantes. Lucas foi escrito num grego difícil, rico, enderaçado a um certo Teófilo; juntamente com o livro de Atos, que é a continuação do evangelho de Lucas, Teófilo, um nobre,é o homem para o qual Lucas escreveu a história de Jesus, com detalhes que não tem em nenhum outro evangelho.
Após esses, vem as cartas de paulo, começando por Romanos, e indo até Filemon, que conta a história de um escravo fugido, pelo qual Paulo intercede, o que era algo novo, pois no Império Romano, ninguém faria isso por um escravo, chamando-o de irmão; nisso, a Bíblia contribuiu para o respeito e amor ao próximo, e mesmo aos inimigos. Se um livro tem influenciado a humanidade para o bem ,esse foi a Bíblia, nos seus sessenta e seis livros. No Novo Testamento há relatos detalhados de costumes do mundo romano, das nações, da geografia, da filosofia greco-romana, uma riqueza impressionante, e mesmo dos governantes da época, como Herodes o Grande, e seus filhos, que governaram, depois de sua morte, em tetrarquia, sob o Império Romano.
Mais na frente tem a Carta aos Hebreus, num estilo único, riquíssimo em termo literário, cujo escritor estava impregnado com a cultura helenística, pois sua retórica mostra isso. É uma carta dirigida aos judeus convertidos aos cristianismo, que enfretavam perseguição por causa disso. A Bíblia usada na época, o Velho Testamento, era a Septuaginta, traduzida do hebraico em Alexandria, onde havia a maior biblioteca do mundo, um grande centro cultural, como Atenas. Ha, também, a carta universais dos apóstolos Pedro, Judas e Tiago,esses últimos, irmãos de Jesus, e o apóstolo João, que escreveu o Apocalipse, uma profecia do Novo Testamento, onde está prescrita a derrocada de todos os poderes humanos e a vinda do Messias, para julgar as nações e dar a cada um segundo a sua obra. É o livro mais profundo da Bíblia, tendo, por vários séculos, sido alvo de controvérsia profundas, por causa do simbolismo de sua linguagem.
Não pretendi, aqui, explicar a Bíblia, mas tentar mostrar, nessas poucas linhas, a grandeza histórica e literária desse grande livro, até hoje lido e traduzido aos milhões, pela SBB (Sociedade Bíblica do Brasil) e por outras sociedades britânicas e européias, e no mundo todo. Parabéns à Bíblia.

domingo, 7 de dezembro de 2014

A DESEDUCAÇÃO DO DEPUTADO


Há coisas nos deputados das bancadas evangélicas que são contraditórias. Logo nós, que prezamos tanto a leitura, que incentivamos ela, que ensinamos os irmãos que não sabem ler, a procurarem ler.
Pois bem, o pastor Eurico, contrariando muita gente, principalmente os estudantes e os professores, votou contra a educação. Se depender dele, os royalties do petróleo brasileiro não vão para a educação, ao contrário do que querem os deputados Pedro Eugênio, Roberto Teixeira, ambos do PP.Também o deputado Fernando Ferro votou a favor da vinda desse dinheiro para a educação, mas o nosso representante, infelizmente, votou contra isso. Decepção para muitos professores e alunos de Pernambuco.
Vi isso num ônibus dia desses, quando uma professora comentava, uma indígena de Pernambuco,formada em História, que esse deputado, Pastor Eurico, votou contra a educação. Ele e o deputado pelo Paraná, pregador de multidões, Hidekazu Takayama. Vergonha. Ela estava revoltada com isso. Criticou também Eduardo Campos, de uma forma que não tenho coragem de dizer aqui. Segundo essa professora, "Eduardo teve o que mereceu", pois ele ajudou a sucatear o transporte público, deixando-o nas mãos dos empresários de ônibus. Por isso está como está.
Outros deputados que votaram a favor do dinheiro do petróleo para a educação, foram João Paulo e Pedro Eugênio, do PT.
Infelizmente, devido ao exposto acima, não posso concordar com essa atitude do pastor Eurico, de votar contra a educação, tão importante para o desenvolvimento do país. Não se sabe que motivos secretos seriam esses; se o partido ou ele, perderia alguma coisa com isso.
A esquerda, socialista, historicamente inimiga da igreja, aliou-se com o povo de Deus, sendo esclarecido que os que estão no poder queriam enfiar goela abaixo certas leis moralmente caídas, contra o bom senso. Mas o PSB também é de esquerda, cheia dos pensamentos de Marx, inimigo de Cristo,e da Igreja dele. Então os evangélicos terão que fazer certas concessões por isso. O poder os chama. Além de ser bem incoerente uma igreja tão ortodoxa, se aliar com um partido tão historicamente perseguidor dela. O poder domina.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

TRABALHANDO PARA A SALVAÇÃO DE ALMAS


Cada vez que assisto esse programa, o Lição de Vida, que passa no Canal 14, Recife, Pe, pela manhã, fico admirado com os testemunhos nele. Interessantíssimos, e nos faz crescer, aumentando nossa fé.
Recentemente, assisti a um testemunho de uma irmã, doada pelo seu pai a uma senhora  de classe média alta, décadas atrás, o qual jamais foi buscar ela de novo. Desde então, essa irmã, criança, viveu num regime bastante difícil, trabalhando para essa senhora, sendo explorada, jamais recebendo salário pelo seu trabalho, infelizmente
Mas Deus era com ela, e falava para sua serva sempre. A mesma não entendia que estava sendo mantida nesse regime, mas Deus permitiu tudo isso para salvar a alma dessa sua patroa, que não tratava a serva de Deus como merecia, até que essa mulher tão má veio a ficar com um câncer, que tomou todo o seu corpo, deixando-a sem carne. Toda a igreja próxima da casa dessa irmã, incluindo Casa Amarela, orava por essa cancerosa, apesar de tudo que fazia contra a serva de Deus. 
A irmã ia aos cultos, mas tinha que,de nove horas, estar de volta à casa onde morava, pois a patroa não deixava que terminasse o culto. Em tudo isso, a serva do Senhor não reclamou, e aguentou todo esse sofrimento sem se entristecer por um momento, sempre servindo, glorificando a Deus, numa prova grande de humildade e amor ao próximo, pois não pagou com a mesma moeda. A família desprezou a mulher esquálida, pois a considerava sem jeito, para morrer. Então, Deus disse à sua serva que iria curar a doente terminal, e fez isso,mesmo, fazendo o câncer secar; no mesmo dia que foi curada, a mulher dormiu profundamente, um sono tranquilo,Deus dissera que a anestesiou, e suas carnes começaram a crescer. Ficou com um corpo saudável. Um grande milagre Deus realizou nessa vida.
Sem parentes, a irmã vivia sob esse regime, não entendendo a que estava se submetendo, sob a permissão de Deus. Percebi, por isso, que o valor de uma alma, para Deus, está acima de todos os valores terrenos, por mais que sejam importantes.
Depois de algum tempo, essa patroa da irmã aceitou Jesus, e Deus a fez sentir que iria ser  levada para o céu  na mesma semana da revelação, o que foi confimado à outra serva de Deus, num culto. Ela viu que chegava quatro anjos, abriam a porta, destravando-a dos trincos, pegavam essa irmã que fora curada, e levava para  um mar que estava em frente do apartamento. Então, num sábado, morreu nos braços de sua empregada. Deus é mesmo bom. Nós nem imaginamos o quanto.
Tudo  o que a serva de Deus passou foi para Deus salvar aquela vida; tremendo isso. Deus então recompensou sua serva com talento para compor belos hinos, e gravou vários deles. Hoje, ela é uma cantora, servindo a Deus em uma das denominações das Assembleias de Deus. Esse testemunho foi  o mais inusitado até agora. É a prova de que Deus ama mesmo o homem. Tudo faz para salvá-lo. O preço que pagou por ele é alto demais.

QUAL O VALOR DOS MÚSICOS?



Se tem um segmento na igreja, que trabalha demais, e, muitas vezes, sem nada receber em troca, são os músicos. Eles se  esforçam ao máximo para isso, levando em conta que é a obra de Deus, que a recompensa vem dele.
Eles trabalham nos corais de adultos, nos juvenis, nas bandas de músicas, dando aula, mas nem sempre são compreendidos pelo que fazem, porque, além de trabalhar "de graça", pois só Deus os recompensa, alguns ainda ficam contra eles, não se lembrando que o músico não é pago pela igreja, mas na maioria das vezes, apenas podem receber a passagem de volta para casa, ou uma ajuda financeira, como um músico que conheço, C.B., um dos mais antigos, que inaugurou vários corais e ennsinou muitos músicos que hoje trabalham nas Assembleias de Deus. São uns heróis de Deus, pois além de nada receberem em termos financeiros, ainda há pessoas que deveriam apoiar eles com toda a estrutura que precisassem, mas ainda os criticam, como se fossem empregados deles, e não um servo de Cristo, um levita na casa de Deus.Se bem que, alguns exageram, ficam mais tempo com os corais que regem, do que com a família, o que é uma anomalia, pois ele deve dar também atenção à sua esposa e filhos. Conheci um cuja esposa chorava de angústia, pois a esposa não tinha um lazer de forma alguma, porque seu marido só pensava em música, coral, e não dava a atenção devida, como marido.
Muitos deles se dão tanto à obra, com verdadeiro amor, que até regem dois três corais duma vez, se cansando, estressando-se demasiadamente. E olhem que a maioria deles mal recebem alguma coisa. Na Assemblea de Deus ainda não há essa cultura, esses costume de pagar aos músicos, de ver eles como ministros, como na Batista,já que eles estudam tanto, pagam livros caros, passam horas e horas treinando nos seus instrumentos musicais, como pianos, violões, saxofones, entre outros instrumentos musiciais. Eles são os levitas músicos( nem todos os levitas eram músicos)que fazem um trabalho muito importante para a glória de Deus.
 Na Batista, eles são pagos, e muito bem pagos; nas igrejas históricas, geralmente, eles são mais valorizados, não só como músicos, mas como irmãos em Cristo, e não são vistos como meros crentes, pois não sei porque músico ficou com essa fama de que não são crentes sinceros. Conheço vários assim, crentes de verdade.
Isso me faz pensar se os músicos nas Assembleas de Deus fossem pagos, bem pagos; será que trabalhariam melhor que agora? Haveria mais músicos disponíveis? Paulo escreveu em 2 Co 2, que o"o trabalhador é digno de seu salário". Seria bom, acho, pois não teria tantas congregações sem músicos, e corais cantando sem divisão de vozes, nem com playbacks,o que ainda acontece, infelizmente. Lembro que todas as comissões dos círculos de oração, antigamente, cantavam com vozes divididas, mas depois da escassez de músicos nas igrejas pentecostais, começaram a usar playbacks. Foi a forma mais fácil de não prejudicarem a obra de Deus.
Penso que os músicos devem ser mais valorizados, dando mais estruturas a eles. Muitas vezes nem dinheiro para as partituras eles conseguem, e ficam com os ensaios prejudicados; até um local adequado para ensaiar eles, muitas vezes, não conseguem. Esses são só uns dos sofrimentos que eles enfrentam. Grandes trabalhadores os músicos. Prestam mesmo grandes serviços à igreja.
Lembro de dois músicos que inauguraram uma escola de música em um prédio numa igreja pentecostal,em um subúrbio pobre. Muitos múscos que hojem tocam nas igrejas, aprenderam com eles, e estão colaborando para a glória de Deus. No entanto, nenhum apoio receberam da igreja, nada mesmo, mas só críticas da parte de quem deveria ter ajudado. E poderia até servir como uma forma de evangelização na comunidade, pois eram músicos bons, de qualidade, mas que não durou muito tempo as aulas, embora todos vissem os frutos deles nas igrejas ao redor do prédio onde aconteciam as aulas.Mesmo assim a igreja não deu apoio financeiro algum para isso. É uma tremenda falta de visão do que é o reino de Deus. Que benefício não iria trazer para a comunidade! Claro que tem aí o Projeto Samuel, da Assembleia de Deus de Recife, presidida pelo pastor Aílton José Alves, homem de grande visão, que faz um ótimo trabalho também, mas poderia ter feito mais, e ha mais tempo;mas o bom é que fazem. Vemos aí, também, a orquestra de Joana Bezerra fazendo um trabalho maravilhoso, tirando as crianças das ruas e das drogas.  Que lindo isso! Quem deveria fazer isso era a igreja, primeiramente. Mas, infelizmente, as visões de muitos estão restritas  somente nas estruturas dos templos, e outros gastos.
Gostaria que  essa mentalidade fosse mudada, e que os músicos de algumas igrejas pentecostais fossem mais valorizados, pois eles merecem.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

MENINO, LEVANTE-SE E ANDE!


Esse fato já faz um tempo, mas é algo que sempre devemos lembrar, como as curas que Cristo realizava em Israel.Por bastante tempo, eu nada disse sobre isso, ou pouco disse.
Antes de descobrirem a cura da poliomielite,  quem tinha essa doença, estava condenado a ficar aleijado a vida toda. Só Deus podia e pode fazer algo. Infelizmente, em nossa família, aconteceu de um de nós ficar aleijado, depois de alguns anos tendo vivido com as pernas perfeitas.
Foi desse jeito que fiquei surpreso quando vi meu irmão aleijado, andando  se arrastando pelo chão. Antes brincávamos tanto, correndo, e, agora, lá estava ele se arrastando. Eu tinha tanta pena! Não entendia aquilo, mas aceitava o fato com naturalidade. Criança é criança.
No entanto, tínhamos uma mãe de oração, hoje, na glória, que orava sempre para Deus curar. Não aceitava o fato de um dos seus filhos ficarem desse jeito A resposta parecia demorar até que nós tivemos uma surpresa maravilhosa.
 A irmã Maria Alcântara, que por muito tempo dirigiu um Círculo de Oração Infantil,nas igrejas de Casa Amarela, que também estava orando, sonhou com meu irmão, e, no sonho, ela dizia a ele: "menino, em  nome de Jesus, levanta e anda!" Isso no sonho que ela teve. Pela manhã, ela foi à nossa casa, averiguar isso, pois o Espírito Santo a fez sentir algo diferente. Ao chegar lá, qual não foi sua surpresa! Isso mesmo, meu irmão estava andando de novo! Deus o curara à distância,enquanto ele dormia, na sua multiforme maneira de agir. Desse dia em diante, nunca mais andou se arrastando, e até hoje anda, para a glória de Deus, e não ficou vestígio da doença. Deus também cura de longe! Deus age à distância!
Deus cura ainda hoje, como diz o escritor aos Hebreus: "Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje, e o será para sempre". Amém.

domingo, 30 de novembro de 2014

Alessandra Aguiar- Flui entre Nós

UMA CONVERSÃO INESPERADA

O que vou contar foi uma das coisas mais lindas que me ocorreu. Digo que me ocorreu, mas na verdade foi com outra pessoa. A verdade é que eu presenciei o fato e achei-o  bem interessante; mais do que isso, divino.
Trabalhava em um certo mercado de Recife, onde havia uma mulher  que trabalhava vendendo suas mercadorias .
Ela era conhecida como  uma mulher muito má, braba, sem compaixão. todos a temiam, principalmente por causa de seus conhecimentos  na esfera da magia. Era muito conhecida por isso. Jamais imaginaria que ela conhecesse a Cristo. Aquela mulher não sabia o que era amor, nem perdão, nem compaixão por ninguem, mesmo seus filhos a odiavam.
Mas houve um dia que mudou tudo. Não me lembro porque, mas ela estava ouvindo uma estaçaõ de rádio que, creio, alguém gostava de escutar. Ela então ficou ouvindo a música que tocava, de Isac Sá, "Mil Vezes Jesus". Então vi algo inusitado, algo que nunca vi aquela mulher fazer: Ela estava chorando, emocionada com a música, com a letra que falava das maravilhas de Jesus. Ela estava tão emocionada! Ela queria escutar de novo a música, que terminara. "Será que que ele toca de novo? Acho que não. Seria tão bom se ele tocasse de novo, mas ele não toca;  que música linda!" E não é que, de repente, a música começou a tocar mesmo? Pela primeira vez, escutei uma música no horário na radio Maranata, tocar de novo, principalmente por que aquele programa não era desses que repetiam música!
Não só ela, mas eu também fiquei admirado com isso. Na mesma hora a música  foi repetida. 
Aquela mulher, pouco tempo depois, morreu, salva na graça do Senhor Jesus. Ela ficou tão feliz! Que transformação Deus efetuara nela. Ela ficou tão feliz, e não cansava de repetir que, "se soubesse que era tão bom, teria aceitado a Cristo logo". Tornou-se outra pessoa, o Espíirito Santo a mudara, e o sangue de Jesus Cristo a purificara dos seus pecados.
Esse é o evangelho transformador, que muda o pecador numa nova cristura, e a faz entender que Deus é a razão de tudo, e que sem ele nada vale a pena.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

CARTA DE PAULO

O que Paulo diria a igreja, em Pe, hoje em dia:

"Está Cristo dividido, morreu Dilma por vós? É Aécio vossa salvação? Dou graças a meu Deus que a ninguém eu incentivei a votar, seja na Direita, seja na Esquerda; já estás fartos, já estais ricos! incentivais e discutis uns com os outros sobre Política, e esquecestes que nossa cidadania está no céu, de onde aguardamos o nosso Senhor Jesus Cristo, pois nada trouxemos para esse mundo, e provado está que não levaremos nada dele. Cristo não me chamou para ensinarmos política, mas para pregar o evangelho da graça, por isso me constituiu doutor dos gentios. Quem está fazendo isso com vocês? Quem os dissuadiu de que Cristo  nos salvará?`Recifenses insensatos! Eu oro para que Cristo de novo nasça em vós.
Que a graça do Senhor Jesus seja com vosso espírito!

terça-feira, 21 de outubro de 2014

INFORMÁTICA

  Quero ser um software,
E adentrar em teu hardware,
E ser como um freeware;
Cumé que é?

sábado, 11 de outubro de 2014

ORANDO

Quando oramos, às vezes, não queremos ou não sabemos expressar aquilo que é certo. Ficamos com medo de dizer algo que possa soar um absurdo para Deus. mas ele sabe o que queremos mesmo antes de pedirmos. Peçamos com fé pois agora temos a ousadia, como disse o escritor aos Hebreus, de entrar no santuário, pelo sangue de Cristo, pelo novo e vivo caminho, sua carne.E Romanos 8 diz que o Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. Vejam que arsenal temos, que ajuda. Oremos, pois.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

A POLÍTICA SALVADORA


A eleição chegando, e todos se perguntando como será. As igrejas promovendo seus candidatos, misturando dogmas e Política. O que nos espera nessa eleição?Vamos ver.
A impressão que tenho é que vai ser diferente de alguma forma, especial. Nunca se viu um pleito tão disputado como esse de agora. Desde que Eduardo Campos morreu, que se fala que há algo estranho nessa eleição.
Será que o PT vai se conformar em perder o poder? E se perder, será para Marina Silva, candidata dos evangélicos,pelo boa parte deles? Esperemos. Lembrando que nem todos os evangélicos gostam dela, alguns a acham bastante neutra em alguns assuntos, como no caso da chamada homofobia,aborto, ficando ela num meio termo.Parece que ela não sabe se é centro ou esquerda, confusa. Alguns cristão querem uma posição firme dela nas questões acima, mas parece que a candidata quer agradar a todos. Quer votos, e isso é  o que interessa.
Será que nós mesmos vamos decidir quem será o presidente, ou há verdade nessas conspirações, que dizem que existem, como sociedades secretas que impedem que candidatos que possam ser contra as políticas econômicas, como as dos EUA, que, segundo um jornalista americano, contribuíram para as mudanças dos últimos meses. Segundo esse mesmo jornalista, faz décadas que os americanos agem assim, pois a Casa Branca não brinca em serviço, através de seus espiões sabem  e fazem de tudo.
Para muitos cristãos, Marina pode ser a "salvação" do povo evangélico, tirando, assim, Jesus de foco, pois ele disse que "as portas do inferno não prevaleceriam contra sua igreja". E, também, a esperança de muitos estão em alguns deputados e senadores evangélicos, infelizmente.
No entanto, nem todos pensam assim. Irmãos há que não gostam do "namoro" de algumas denominações com a Política. "Se Deus quiser que a igreja seja perseguida, ela será," dizem. Alguns até dão as costas quando alguns pastores e presbíteros falam nos templos sobre isso. Esse discurso foi ouvido nas décadas passadas, e não impediram que a igreja fosse perseguida, e ela está em pé, não por causa desses políticos,mas, sim, de Cristo, que é o Cabeça dela. ponhamos nele nossa fé.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Inquisição A Face Negra do Catolicismo Romano

OS TRÊS DESCANSOS

No Salmo 95.8, o salmista faz referência ao descanso de Deus, no qual os hebreus incrédulos não entraram devido à incredulidade deles, depois de terem visto todos os milagres realizados desde o Egito, ainda murmuraram, por isso, diz Deus que esses "não entrarão no meu descanso" (Sl 95.8,11). Deus não brinca.Não tinha por que eles duvidarem de Deus, pois foram testemunhas do que Deus podia fazer.
Diz o escritor aos Hebreus que "ainda resta um descanso para o povo de Deus" (Hb 4.9). Esse descanso é o céu, onde nós sempre estaremos, como prometido em Jo 14.1,2. Jesus também prometeu que daria descanso nele, "a todos que estivessem cansados e oprimidos" (Mt 1.28,29).Esse é o descanso da salvação.
Lutemos para chegarmos àquele descanso eterno, onde nos aguarda o céu de gozo e paz.Esses é o descanso da transformação, do arrebatamento, da entrada nas regiões celestes.
Em 1 Coríntios 10, Paulo também fala disso ao afirmar que os israelitas fracassaram por que não creram em Deus, e a idolatria era algo que eles não deixaram de vez, ainda tinham um pé nela, e, quando deveriam ser fiéis a Deus, eles fracassaram, pois não seguiram com fidelidade a pedra que os acompanhava, Cristo. Nas dez vezes em que eles murmuraram, não respeitaram a Cristo. Portanto ao descanso eterno eles não chegaram, pois sem fé é impossível agradar a Deus.Lutemos por esse descanso.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

PRATOS DE QUALIDADE

É uma bênção mesmo o programa da TV Brasil EM Recife. Muitas pessoas têm sido confortadas através dos testemunhos tão diversos.
Cada irmão dá um testemunho que faz com que outros sejam consolados e aumente a fé, e vá a Cristo. Graças a Deus.
Assisti a um testemunho de uma irmã, de uma cidade do interior, que devia bastante dinheiro, e, através dessa dívida dela, ela conheceu a Cristo, e toda a sua família foi evangelizada, tendo, a maioria deles se convertido. Sem condições de pagar as dívidas, recebeu de Deus a promessa e foi salvo delas, vindo Deus a ser glorificado.
Sua casa, que a dita irmã pensava em abrir uma micro empresa, transformou-se, na vontade de Deus, em um ponto de pregação, e muitos foram salvos. Amém por isso.
A Rede Brasil, na maioria das vezes, tem programas bons e de grande relevância, um dos poucos pontos de luz nessa escuridão dos programas de TV. Aprende-se muito com ela, e com os seus programas, apesar da incipiência dos profissionais.
Gosto de assistir a suas programações, pois o resto, na maioria das vezes em outras emissoras, é lixo puro.
Vale apena comer um prato de comida de qualidade como esse da RBC1.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

A PROFUNDIDADE DE ROMANOS 10

Lindo, o capítulo 10 de Romanos!Nele, Paulo se refere a israel e explica muitas coisas sobre a chamada deles. Por querer estabelecer a própria justiça deles, eles rejeitaram a justiça de Deus. O fim da lei é Cristo. Ele é a justiça de Deus.
É verdade que havia um zelo neles, como o apóstolo diz, mas era um zelo sem entendimento, ou seja, mal dirigido, como afirma Paulo. Ele mesmo foi uma prova desse zelo, pois era fariseu, fanático, matador de cristãos, mas era mal dirigido.
Todo aquele que clamar por Jesus, afirma o apóstolo,baseado em Joel 2, será salvo, pois não é a justiça da lei que salva, mas sim, a que é da fé. A lei a nenhuma carne justificou, mas a justiça da fé, sim, ela justifica o homem, como está afirmado no capítulo 4, sobre Abraão, que pela fé foi justificado, antes mesmo da promulgação da lei.
É lindo como Paulo deixa claro o plano de Deus, explicando os pormenores disso. Foi feito ciúmes aos judeus em relação aos gentios,por Deus, afim de que isso servisse como testemunho contra o povo santo, pois havia rejeitado a chamada de Deus, e foram em busca de sua própria justiça,mas  que era impossível  haver uma realização genuína. Só a fé salva, e não os rituais da lei, que o escritor aos Hebreus bem explica no capítulo sete. Há uma aliança superior, na qual todos são justificados, sem os rituais da lei, sem o sacerdócio levítico, que, envelhecido, não pôde justificar ninguém. Havendo mudança da lei, houve também do sacerdócio. Esse sacerdócio é eterno, segundo a ordem de Melquisedeque, prescrito no Salmo 110. Jesus Cristo é o cumprimento dessa profecia, pois ele não tem principio e não terá fim. "Jurou o Senhor e não se arrependerá: tu és sacerdote eterno, segundo a ordem de Melquisedeque" (Sl 110). É lindo isso. Fico pasmo toda vez que leio essa passagem. Profundidade. Em Colossenses 3, há também referência sobre essas coisas; o mesmo Paulo continua sendo enfático. "Nada disso", diz ele. Cristo é o cumprimento do toda a lei. E que cumprimento!
Continua Saulo afirmando que Deus quis que o povo hebreu fosse unido com os gentios, em Isaias 65. De fato, isso foi prometido em Gênesis, a Abraão, quando Deus afirma que nele, Abraão, "seriam benditas todas as famílias da terra". Em Gálatas 3, Paulo mostra que isso é o evangelho sendo pregado, como foi. Já havia previsto a união dos gentios com os judeus, formando a igreja. Romanos é um livro para ser examinado e lido sempre, pois sua riqueza é incomparável.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

A MARINA

É interessante que a igreja apoie o PSB, um partido socialista, ideologia que não crê em Deus. Particularmente não gosto de Marina, não a acho confiável.
A mulher não sabe  o que quer nem o que é. Uma hora está com o PV,outra hora, ainda, funda outro partido. A esquerda está forte no Brasil, fraca no mundo, como na China. O Socialismo nunca se concretizou no mundo, é só uma ideia.Nem na Rússia ele ficou forte como queria.
Marina é apoiada pelos evangélicos, pois a vê como uma cristã, o que ela não  mostra que é. Uma mulher que apoia o aborto, se é cristã, está faltando algo. Politicamente volúvel, não sabe que ideologia quer seguir, se bem que, ideologia no Brasil não existe. Eu, como evangélico, não apoio ela, ainda que minha igreja tenha políticos que são do PSB,partido de Eduardo, grande governador. Não concordo, por que essa ideologia, mesmo que a igreja não siga ela, é inimiga DO CRISTIANISMO. Por que o esse partido defender,  a igreja, querendo ou não, defende também.Por isso não gosto dele. Se há igrejas e pastores que estão nesse partido, então tudo quanto esse partido defende, a igreja precisa defender também. É perigoso. É termos bastante cuidado no que apoiamos. Política não é brincadeira.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

ADORAÇÃO COM ARTE

Foi muito lindo o culto de doutrina. Uma boa palavra do pastor, baseada em Êxodos 27. 1-8. Maravilha. Ele enfatizou o serviço a Deus feito com fidelidade e com perfeição, como fizeram Aoliabe e Bezaleel. Foi sobre o Tabernáculo. Que linda mensagem!
O templo estava lotado, como poucas vezes ficou; talvez tenha sido as férias das faculdades e escolas, e outros motivos.
Cada órgão cantou uma vez, depois começou a preleção da Palavra. Foi uma bênção, e fomos alimentados com uma interpretação grandiosa da Bíblia. Geralmente não  interpretam assim o Pentateuco, expondo sua mensagem.
Esteve cantando no culto, a comissão do Alto do Eucalipto e a da igreja em Paulista. Maravilhas, os hinos.
Quem não gosta da mensagem expositiva, fica estranhando a forma do ensino, mas ensino é isso mesmo, nem sempre parece ser aquilo avivado, mas a palavra, sendo ensinada, aviva.
As irmãs que forem com os filhos podem colocar eles na parte de trás, onde, no anexo, as irmãs cuidam deles. enquanto isso, os pais podem cultuar à vontade. Que bênção.
Quando o culto acabou, parecia uma jornada, todo aquele povo saindo, uma multidão indo ao encontro de seus respectivos ônibus. Claro que muitos também vão de ônibus de linha. É muito crente indo ao culto de doutrina, sempre às segundas-feira. Cada culto vale a pena.
No final, o pastor deu uma palavra sobre o ex governador, amigo seu. Ficou bastante triste com isso.Todos ficamos. A boa relação dele com o candidato à presidência era boa. Não ficou bem claro o fato do pastor falar que "Jesus também tinha amigos que não eram convertidos" como se quisesse justificar sua amizade com Eduardo Campos. Não precisava justificar, pois amizade é normal; o que não podemos é ser como os amigos, caso não sejam evangélicos.. Ele também agradeceu a todos que o ajudaram nesse nesse ano, e nos outros também. A lista foi grande.
Que Deus continue ajudando sua igreja.



domingo, 17 de agosto de 2014

DESCARTES E A FÉ EM DEUS

Descartes pode ser, como alguns dizem, o grande filósofo que redefiniu a filosofia moderna. Tinha ideias muito interessantes, como as que ele escreveu se referindo à Deus.
Ele dizia que a " ideia do ser perfeito só pode existir por que há esse Ser perfeito". Não se conformava com a filosofia de seu tempo, e criou uma coisa nova, que foi sua própria filosofia. Ela foi considerada muito proveitosa, pois ele aplicava a Matemática à ela, de uma maneira nova, pois antes dele, ninguém havia feito isso. A filosofia de seu tempo não foi aceita por ele.
Segundo ele, por ser imperfeito, o homem não poderia ter ideia do que é ser perfeito, senão por algo que já viesse no homem, posto pelo próprio Ser perfeito (Deus). Dessa forma, ele afirma sua fé num criador, e que o universo não surgiu de repente, como dizem os ateus. Ele foi corajoso em ter ideias desse tipo, pois já em sua época estava em voga  certas descrenças na criação do universo.
Talvez ele possa ser lembrado como foi Eistein, que disse: "Deus não joga dados com o universo." Pura verdade.
É claro que Descarte não foi aceito por todos. Spinosa discordou de algumas ideias dele, e falou que a própria natureza é Deus,algo parecido com o panteísmo budista, o que contraria a Bíblia. Prefiro ficar com as ideias de Descartes. Concorda com o que a Palavra de Deus fala  dele. Ele,por ser Criador, transcende à  sua criação. É além dela. Talvez por isso, muitos professores de universidades discordam desse filósofo. Ele ousou crer em Deus.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

AS MENSAGENS GRAVADAS DO CANAL 14

Tenho que admitir que as mensagens que passam na TV, Canal 14,das Assembleias de Deus em Recife, têm abençoado bastante as pessoas, pois são pregações baseadas na Bíblia, sem mistura alguma. Graças a Deus.
Nesse momento, estou assistindo à pregação do presbítero Marcelo Teles, um dos que mais aparecem pregando na tela. A pregação está discorrendo sobre o amor de Deus. compara com os deuses gregos, e enfatiza que Deus é o próprio amor.
Leu em João, enfatizando que esse apóstolo  escreveu para toda a humanidade, enquanto Lucas quis escrever para os gregos. Falar do amor de Deus é algo maravilhoso, e sempre deixa todos sem alcançar a grandeza disso, por mais que possamos pensar. Graças a Deus por esse amor.
Precisamos demais de pregadores cheios da Palavra de Deus,que tenham uma mensagem expositiva, que explique, alimente a igreja, e não seja baseada em fábulas, mas que alimente a alma. 
Tenho sido alimentado grandemente por essas mensagens, quando não vou ao culto, e Deus tem falado comigo e com muitos, e salvado muitos, através dessa emissora. Tirando seus exageros, essa emissora tem sido uma bênção para todos nós.
Muitas almas foram ao encontro do altar, pois o Espírito Santo leva e convence todas as pessoas e as convence do pecado, da justiça, e do juízo. É lindo isso, quando pessoas vão a Deus, e têm a certeza da salvação. Deus as perdoa e elas logo começam a fazer parte do povo de Deus.
O pastor Júnior depois enfatizou a mensagem, e outros foram salvos. Foi lindo

domingo, 27 de julho de 2014

O SALMO 77


O Salmo 77 é um salmo de lamento e oração, mas também da certeza que Deus vai agir.
O salmista clama a Deus de uma forma grandiosa, querendo sua intervenção, dia e noite clamando até que Deus atenda o clamor.Ele quer uma resposta desesperadamente, quer o agir de Deus. Parece até que pede pressa a Deus.
Ele faz parte do Livro Terceiro do livro dos salmos, o hinário de Israel
Ele não consegue dormir por causa disso e pede a Deus logo seu agir.Lembra do passado, das canções que cantava a Deus e pergunta se não vai agir em seu favor; a dúvida dele é se Deus vai deixá-lo para sempre. Claro que não. Ele irá agir em seu favor, é só questão de tempo.
Por acreditar que ele não age mais, lembra do passado, de todas as as coisas que Deus já fez, mas ele não abandona nunca, embora pareça não querer ajudar; mas é só aparência, ele vai agir em favor dele, e então irá alcançar um descanso.
Então ele começa a lembrar dos feitos de Deus no passado, quando abriu o mar Vermelho e libertou seu povo do Egito de modo maravilhoso. quando ele agir, irá agirá como fez no passado, pois não muda, e não deixará de amar seu povo para sempre.
A esperança do salmista se baseia no que Deus fez e  é. El Shaday mais uma vez mostrará seu poder e fará mais uma vez seu nome conhecido.

terça-feira, 22 de julho de 2014

A ACEPÇÃO DE PESSOAS E A DISTORÇÃO DO EVANGELHO


A lição que estudamos, domingo desses,na Escola Dominical, versou sobre acepções de pessoas. Muito interessante. Algo que tem acontecido mesmo entre nós, o que é um absurdo. O apóstolo ordenou que jamais fizéssemos isso, pois é falta de amor e de fé. Isso no século primeiro! Já havia isso nessa época. Às vezes pensamos que a igreja primitiva era uma perfeição, mas não era assim. Se Tiago falou, é por que havia.Infelizmente.
Vivenciei isso certa vez numa congregação de grande porte, quando o templo estava lotado, e não cabia mais ninguém, por causa do ar-condicionado. Pois bem, mas isso só demorou até a chegado de um jogador famoso, que era "atleta de Cristo", e as irmãs que tomavam conta da entrada impediram que outros  irmãos entrassem, mas deixou esse famoso. Achei absurdo, anticristão. Tratar as pessoas pela posição social delas, ou status, fama. Cristo jamais ensinou isso.
No entanto, a persistência disso é vigente, principalmente num mundo capitalista como o nosso, onde o ter é mais que o ser, e as propriedades são a base da consideração, é uma doença que precisa ser extirpada.
O cristianismo é simples, mas quando uma igreja fica muito rica, ela começa a estabelecer padrões que não estão na Bíblia. Talvez por se sentir como a igreja de Laodiceia, rica, soberba, se sentindo autossuficiente. É preciso ter cuidado quando uma igreja se torna dona de empresas, que levam ao poder econômico, e daí vem o desejo pelo poder político, aos conchavos com partidos que lutam contra a família, e a favor dos homossexuais, o que contraria os padrões bíblicos, como fala Paulo em 1 Coríntios 6.1ss. Estão unindo a luz com as trevas. Ficou claro que, na hora em que a igreja mais precisou do apoio deles, por causa de uma certa lei, o líder, tão aclamado, e chamado de amigo da igreja, fez uma declaração pública dizendo que não era da mesma opinião do cristão que vociferou contra a prostituta que se diz ícone da luta contra os maus tratos infantil,- o que é uma contradição, já que ela contracenou com uma criança de 12 anos num filme que fez, e teve relações com ele- Ali ele mostrou sua verdadeira face.É para que nós aprendamos que não existe afinidades, nem haverá, entre os filhos das trevas e a igreja militante, pois o mundo nos odeia, disse Jesus em João 15, salvo engano.
Veja que a  acepção de pessoas pode levar a isso. Pode levar a caminhos que, mais tarde, pode encaminhar a igreja a se tornar uma organização manipulável, em curral eleitoral, em vez de aprisco do Senhor Jesus. Acho lindo o que Paulo escreveu em Romanos 14.17: "o reino de Deus não é comida e nem bebida, mas justiça e paz  alegria no Espírito Santo." É esse o sentido do evangelho, que é poder de Deus, e salvação para os que creem, segundo Paulo aos Romanos. Ele não se envergonhava do evangelho, mas estamos caminhando para que alguém se envergonhe dele, por causa da aliança com o mundo, o sistema cheio de ideologias diabólicas, contra Deus e a família. Não precisamos da política para que nos defenda,nem dos vermelhos transvestidos de cristãos, coisa que não são, como a igreja primitiva não precisou do Senado romano para defender ela. Ao contrário, lutou contra ele, pois queriam que adorassem ao imperador, considerado um deus, mas não quiseram, e pagaram um preço caro por isso, morrendo queimados e jogados às feras, e muitos outros males.No entanto, isso mantinha a pureza da igreja, só ficava quem realmente era cristão de verdade, que não tinha medo de morrer por Jesus. Espero que, quando as coisas apertarem de verdade, não tenhamos  esse medo, pois vai apertar para a igreja mesmo. Que Deus nos guarde das falsas alianças, que nada mais são do que "anjos" maus transvestidos de luz.


sexta-feira, 18 de julho de 2014

MISSÕES É MAIS DO QUE UMA FESTA


É de cortar  o coração o massacre na Síria. Milhares de cristãos têm morrido, crianças têm sido assassinadas de forma cruel, enquanto nós não nos importamos mais com elas, ou nos importamos mais com nossas roupas aos domingos, ou nos cabelos, chapinhas, enquanto que lá a coisa é séria. Vi umas fotos que me deixaram turbado. Várias pessoas, entre elas crianças, mortas, sem dó nem piedade, por causa de sua fé e da guerra que lá na Síria ainda grassa.
Ok, fazemos cultos de missões a cada dois meses, mas isso é insuficiente, pois eles estão sofrendo agora, não podemos nos prender a um ritual só, nesse intervalo de tempo, precisamos incentivar a oração todos os dias, para que Deus faça algo, pois depende também de nós. Fazer isso é melhor do que milhares de culto de missões.Muita gente acha que fazer missões é só isso, cantar uns hinos, um ligeiro relatório, e pronto. Esquecem que isso deve ser todo dia, sempre, sem cessar, ao invés de ficarmos nos preocupando sobre as bandeiras que serão colocadas nas paredes, dos cartazes escritos... Porque não incentivam os irmãos a jejuarem um dia pelos missionários, pelas crianças, pelos pastores na China, Vietnan, Coréia, Cuba, Síria, Israel... Isso é fazer missões de verdade, e não esse formalismo que vemos hoje em dia, quando a maioria não quer nem saber do que está acontecendo, como se se preocupar com a obra missionária e com os irmãos de outros países fosse fazer com o diabo fique "bravo" com ele. O que ele pensa é que se  ele não "mexer" com o diabo, o diabo não "mexe" com ele. Mero engano! Não se pode estar na coluna do meio no reino de Deus; ou se é de Cristo, ou do diabo, decidamo-nos.
Fiquei muito abalado com a foto das crianças mortas. O que nós, como igreja, estamos fazendo de relevante? Nos preocupa mais o dinheiro que entra ou deixa de entrar? Isso tudo passa, só Cristo permanece, e todos aqueles que fazem a vontade de Deus. A vida que realmente importa é a vida eterna. Pensemos nisso, sejamos mais conscientes.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

A TEOFANIA DE DEUS EM EZEQUIEL 1


Sempre me espanto quando leio o primeiro capítulo de Ezequiel, o sacerdote que se tornou profeta, como Jeremias, indo para a Babilônia no ano 597, apos Daniel, que foi no ano 601 A.C. 
Ele  viu a glória do Senhor, uma das mais lindas teofanias de Deus, onde ele aparece num carro-trono, magnífico, levado pelos querubins, que sustentam a glória do Senhor, no carro. Eles tinham quatro rostos, um de homem, outro de boi, outro de águia, outro de leão. As suas asas tocavam uma nas outras, e eles não se viravam quando andavam, e andavam em todas as direções possíveis, o tempo todo. Que coisa linda e maravilhosa. Erick Von Daniken diz que eram astronautas de outras dimensões, extraterrestres.Claro que isso é uma aberração das mais medonhas.
Ezequiel não aguentou, e ficou prostrado, tamanha era a glória do Senhor, e caiu, não caiu como esses heréticos caem, por qualquer toque de alguém, mas diante dessa terrível teofania. Foi lindo ver Deus, como ele se mostrou a Ezequiel, numa mistura de bronze polido e fogo, fogo puro, do Senhor Iavé. As quatro rodas, com rodas dentro delas, são uma coisa inexplicável, todos movidos pelo Espírito Santo, e também se movimentavam em todas as direções, bem rápido, o Espírito, que não pára nunca, sempre se movimentando pelo universo. Isso tudo no capítulo primeiro. Ezequiel é convocado a ficar com a comunidade judaica, junto ao rio Quebar, que na verdade era um canal de irrigação vindo do  rio Eufrates. Ali, ele foi usado de maneira prodigiosa, não só falando, mas também vivendo suas profecias , como naquela vez em que ele dormiu trezentas e noventa vezes sobre seu lado direito, tipificando o afastamento de Israel desde Salomão até à queda da monarquia, e, depois, ficou mais quarenta dias, tipificando os pecados de Manassés, que por quarenta anos fez Israel pecar, mas depois se converteu a Deus, após ser escravizado pelos Assírios. Na prisão, ele viu que o Senhor é Deus (2 Cr 33.13).
Ezequiel é um livro para ser estudado com afinco, com devoção, pois há coisas difíceis de estudar nele, e, por isso, tão pouco faladas nas igrejas, profundas, mas que, de grande ensinamento, como o transporte de Ezequiel até Jerusalém, antes da destruição, na qual Deus revelou o que faziam nas sombras, um culto idólatra e ao mesmo tempo secreto, tanto a Tamuz, deus babilônico da vegetação, que morria no outono, ressuscitando depois, segundo o mito dessa nação, quanto puseram nas paredes pintadas de imagens, pinturas de répteis, o que Deus proibia terminantemente. E isso dentro da casa de Deus! Que liderança podre espiritualmente. Que Deus nos guarde de líderes assim. Estudemos mais Ezequiel.

terça-feira, 15 de julho de 2014

CUIDADO COM A TENTAÇÃO


A tentação realmente é uma coisa terrível;embora não obrigue a pessoa a pecar, tenta persuadir ela a fazê-lo. É preciso persistência para resistir. É preciso fortalecer-se em Deus. Ele é nossa fortaleza, socorro na angústia, torre forte, para onde corre os justos (Sl 46;91).
Jesus foi nosso maior exemplo em resistir, quando resistiu ao diabo de modo perspicaz e com com grande sabedoria. Se apresentando de modo bonito e prazeroso, a tentação é algo que pode até fascinar, mas o final dela é amargoso como o absinto, conforme diz Salomão em Provérbios, no capítulo 5. Ele adverte contra a sedução da mulher adúltera,que busca a vida preciosa de quem cai nos seus encantos.O poeta também adverte em Eclesiastes 7, onde afirma que "mulher, cujo coração são redes e laços, prende o homem que não teme a Deus. Devemos estar alertas contra isso, pois o prazer é só um momento, as consequências podem ser desastrosas, como no caso de Davi, que, por uma noite com Bate-Seba, pagou um preço altíssimo, por toda a sua vida.Isso está no capítulo 12 de 2 Samuel, quando Natã o adverte e diz o vaticínio de Deus contra ele. Que preço por causa de tão pouco tempo de prazer!
A advertência do apóstolo Tiago é bastante rica, quando diz que o pecado, maduro, gera a morte. Que Deus nos guarde.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

A PRECIOSA INTERCESSÃO

A intercessão é algo que é muito importante para a igreja. Precisamos muito disso, pois nem sempre podemos orar como devemos, mas Deus ora por nós pelo seu Espírito Santo, e Jesus também intercede. A igreja fica orando por nós, e isso é a ajuda que precisamos para vencermos as mais diversas situações, doenças, ataques malignos, e muitas outras adversidades. Paulo pedia sempre oração às igrejas, para que seu ministério progredisse, antes que o mesmo fosse pregar nesses lugares, e um deles foi a Macedônia. Daniel, nos capítulos 9 e 10 de seu livro, orou para que respostas viessem da parte de Deus, e veio, mostrando coisas tremendas a ele. Tudo por causa da intercessão. Não esqueçamos Neemias, Esdras, Jeremias, Abraão, Samuel, grandes intercessores, e Moisés também. E o maior dele, Jesus Cristo.
Por isso devemos orar uns pelos outros. Isso é a vontade de Deus.

O ANTIGO TEMPLO DO BOTIJÃO


Gostava demais da Assembleia de Deus do Botijão, no Vasco da Gama, Recife, o antigo templo. Era uma casa pequena, de barro, com pedaços de madeira nas paredes, onde ainda se punham os chapéus dos irmãos. Era muito frequentada naquela época.
Os cultos eram bons, uma bênção. Na frente do templo, havia um pé de palmeira, não lembro que espécie, pois há muitas. Na hora da escola dominical, muitos de nós ficávamos conversando lá, pois fazia sombra bastante. Na parte de trás, havia um tanque e um banheiro, e um quintal bastante amplo. De lado, havia algumas casas, onde funcionavam o anexo da escola dominical, e também a casa do zelador.
Dia de domingo, o Botijão ficava lotado, a mocidade era bem dinâmica, cheia da graça, pregava, fazia uma obra grandiosa naquele tempo, no qual era dirigida por uma irmã bastante dinâmica.Os cultos para a mocidade dessa igreja eram um pentecoste, bastante conhecido. Vinha gente de todo lugar. As "partes", espécie de jogral, era impressionante, bem feitas. Naquele tempo, a mocidade também ia apresentar sua campanha nas igrejas, e falavam quantas almas foram salvas, batismos, curas... Todo mundo gostava dessa tradição.
Era os bons tempos do Botijão. A maioria dos irmãos que moravam  lá  não estão mais morando lá, nem fazem mais parte nele.Outros, dormiram no Senhor. Mesmo assim, lembro muito da dirigente das crianças, a irmã Maria de Alcântara, que dirigia o culto infantil, onde Deus operava e fazia milagres. Muitas crianças foram batizadas com o Espírito Santo, curadas, Deus operava muitos milagres naquela época, como operava hoje, embora menos, por causa da falta de fé de muitos. A irmã Maria, mesmo com aquela sua rigidez, era muito amável com a obra de Deus, e fez uma grande obra. Deus a usou de uma forma especial, para moldar o caráter de muitas crianças,pois ensinava elas a orarem e louvarem a Deus em verdade. Não há mais dirigentes de crianças, hoje em dia, como a irmã Maria de Alcântara.  Que grande serva de Deus.
Não esqueço um irmão idoso, que conhecia muito a Bíblia, que sempre que os irmãos, quando iam orar, perguntavam quem mais desejava oração, enquanto todo mundo dizia eu e minha casa, ele dizia "eu e minha família, a casa é de tijolo", na maior simplicidade do mundo. Outro jargão dele dizer: "do céu pra terra, e da terra pro céu, aleluia!, quando a igreja estava "pegando fogo". Orava sempre nos cultos, e mesmo velho, frequentava bastante a igreja. Era uma bênção.
Outro que impressionava no Botijão era o irmão Manoel. Sabia a Bíblia de cor, de maneira que impressionava; dava um estudo como ninguém,seu conhecimento bíblico era admirável. Todos gostavam dele, de ouvir sua mensagem. Era uma maravilha.
Gosto de me lembrar do Botijão. Por ora, é só isso. Falarei mais.

CEM OVELHAS- OSEIAS DE PAULA


Apreciem uma das melhores músicas evangélicas.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

O AFAGO DE DEUS

Nesses  dias, nos quais nós passamos tanta dificuldades, somente Deus pode nos ajudar. Somente nosso Pai pode fazer com que vençamos as dificuldades.Não é fácil tantas lutas e perturbações. Há dias nos quais tudo que precisamos é um abraço de Deus, uma palavra, um carinho divino. Há ataques da parte do diabo, principalmente quando a gente está emocionalmente fraco, deprimido, e triste. Nesses momentos, nos quais nós estamos fracos, e os ataques de Satanás se torna mais forte, pois ele percebe nossa fraqueza, nesses momentos, só a fortaleza de Iavé é nosso baluarte.
Há lutas nas quais ninguém pode nos ajudar, só Deus mesmo, por que, por mais que queiramos dizer para alguém o que estamos sentindo, elas não vão nos ouvir, nem tampouco entender. Só Deus nos entende e pode nos dar vitória.
Você quer um apoio da família, de amigos, e não consegue, só crítica. E então, o que você deve fazer? Buscar a Deus, mesmo por que, nesses casos, não dá para contar com ninguém mesmo. Há coisas que não devemos dizer a ninguém pois o que dizemos a outros, muitas vezes, se volta para nós, devido á falsidade de amigos covardes, que, pretextando ajuda, apenas querem saber o que estamos passando. Pura curiosidade deles, e, depois, usam essa informação contra nós.
Mas, ainda bem que podemos contar com a ajuda de Cristo, e do Consolador, que nos envolvem nos braços, não deixa nada falta, se torna nosso abrigo, nossa fortaleza, por que confiamos nele. Ainda que tudo se mova de seu lugar, ele nos deixa firme. De repente, tudo se transforma, e a calamidade se torna em bem.
É por isso que prefiro contar para Jesus; ele é a rocha na qual ficamos firmes, e podemos contar com seu abraço confortador. Contemos com Deus para tudo, e fiquemos com seu afago maravilhoso. Conto com ele sempre.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

O BAAL- NEYMAR

Acabou-se. O deus Baal-Neymar nada pode fazer, mostrou-se impotente, mesmo com toda aquela adoração, e os sacrifícios feitos a ele, não fez nada para a seleção ser vitoriosa.

A Globo-lodo tudo fez para sua exaltação, e ofereceu os mais variados tipos de incenso no altar  dos brasileiros que também o adoravam. O deus não foi potente o bastante para realizar os desejos de sua gente. Que deus fraco, esse! Bastou alguém tocar nele e o mesmo se desmanchou feito manteiga.Não mereceu toda a adoração feita a ele. Poder pequeno, nem merece fazer parte do panteão católico-futebolístico. Mas também, quem manda ser fraco? o povo que exagerou, via a TV citada. Não mereceu toda essa euforia. Mostrou-se um deus impotente.
Todos só falavam nele, só queriam ele, como se ele sozinho fosse a força da seleção, e do Brasil. Esse deus é abastado, tem demais, os mortais é que precisavam de seu poder, mas mostrou-se  incapaz de dar essa alegria ao seu povo, tão fraco quanto ele mesmo.

Tudo o que ele  dizia ou fazia era algo incomum e digno de ser admirado;no dia antes do jogo da seleção, fizeram homenagens ao seu deus, um gesto que ele costumava fazer; até a presidente fez essa homenagem a ele,levando seu incenso, mas foi muito ridicularizada. Passou, o poder do deus, que não pôde salvá-los, e nem salva ninguém. Acabaram-se os incensos e os louvores para esse deus, e a TV Globo-lodo, que o promovia, está envergonhada. Nunca mais, talvez, alguém  se lembrará dele, e  do seu poder, que falhou. É tão forte quanto qualquer brasileiro.
Seus sacerdotes, que também jogavam, estão agora cobertos de vergonha e choro. Onde está o poder de de Neymar? Quebrou-se, como sua  coluna. É fraco, esse deus.
A vergonha é que exageram na exaltação do jogador, que não merecia, nem merece, adoração, só Deus, o Todo-poderoso, merece essa honra, mas o brasileiros são um povo por demais idólatra. "Amaram mais a criatura que o criador", sua esperança voou como pó. Já era, Baal-Neymar.

domingo, 6 de julho de 2014

VOLTA NO TEMPO


A Rede Brasil tem vários programas bons, embora, algumas vezes, eles não acertem na dose certa, como em alguns clips que passa na TV, Canal 14, Recife. Deve ser por que  ainda estejam aprendendo, pois a nossa igreja não tem tradição em TV, é algo novo, embora estejam alcançando boas audiências. Mesmo sem experiência, são bem profissionais.
Um desses programas é "Cantos Regionais", que passa aos domingos, pela noite, às 21h00. são músicas antigas, em sua maioria, acompanhada de violões e acordeon. Algumas irmãs e irmãos cantam belos hinos de louvor a Deus, daqueles com boas letras, inspirados, hinos inesquecíveis.
Uma das coisas que mais me chamam a atenção do programa são os apresentadores, que imitam o próprio sotaque, que já é nordestino, descaracterizando a fala. Um pernambucano que chega em outro estado, já se percebe seu sotaque, mesmo que ele seja da capital. Mas os apresentadores preferem, não sei por que, imitar eles mesmos, não percebendo que esse sotaque é próprio de todo pernambucano.É uma auto-imitação. Soa estranho, um nordestino imitando ele mesmo. Além do mais há os poemas recitados, sem ritmo, longos, poucas rima, mas que eles recitam sempre.
Apesar disso, é uma ótima pedida para o domingo há noite, o clima é bom, percebe-se que as irmãs que cantam, o fazem com devoção e sincero louvor a Deus. Cantoras como Jacira, Zilanda, Mara Dalila, são relembradas nos seus repertórios. Vale a pena assistir, pelo menos por isso.
A igreja Assembleia de Deus de Recife ainda é incipiente nisso, não se pode cobrar muito. Estão aprendendo ainda. Paciência.
Apesar dessas coisas acima dito, gosto de assistir a esse programa, pois resgata a boa qualidade dos hinos. A impressão que se tem é que estamos voltando no tempo, devido aos hinos tão inspirados de anos atrás.
Não quero parecer pedante, o crítico  voraz, apenas acho importante exprimir a opinião, mesmo que não gostem, mesmo que pareça rebelde, como disseram alguns, mas estamos num país livre, e a opinião não pode ser proibida.Ninguém vive só de elogios.

sábado, 5 de julho de 2014

A SABEDORIA DE TIAGO

Quem lê a Carta de Tiago, vai se deparar com algo bem interessante, que é a vida prática cristã, algo que devemos levar em consideração. Ele era irmão do Senhor, mas não se gabava disso, ao contrário, era humilde, e também era líder da igreja de Jerusalém.
Tudo que recebemos vem de Deus, diz Tiago, em quem não há variação, seu caráter é o mesmo, ele é sempre Deus, sempre justo, amoroso, e não muda de acordo com as circunstâncias, como o homem. Malaquias já escreveu as palavras de Deus, que diz: "eu não mudo (Ml 3.6)."
Ele também diz que a "quele que se diz religioso, e não se guarda da corrupção do mundo, é um mentiroso, e essa adoração do tal é vã." É preciso se guardar da corrupção do mundo, pois quem se faz amigo dele, se constitui inimigo de Deus, continua dizendo o apóstolo.
Mostra mais o servo de Cristo que Deus a ninguém tenta, mas o homem é tentado pela sua concupiscência, quando o pecado vem à tona e leva à morte espiritual (v. 15; Rm 6.23; 7.5, 10,13).
Há quem acredite que essa epístola foi o primeiro livro do NT. Ela tem 15 referências sobre os ensinos de Jesus, uma das que mais falam sobre o ensino do Mestre. Há 108 versículos, e a metade deles são mandamentos; vários aspectos mostram que ele é o livro de sabedoria do NT, por causa dos conselhos práticos quanto ao viver diário, e uma vida cristão realista. Tiago era um exímio observador da vida cotidiana, extraindo dela várias lições, como a do leme de uma navio, tão pequeno, mas que controla ele,enquanto que a língua, de maneira similar, controla o corpo, o pensamento, e pode incendiar a alma, colocando-a no inferno. Ele também explica o relacionamento entre fé e as obras (2.14-26).
Finalmente, Tiago, como o Amós do Velho Testamento, vocifera contras as desigualdades sociais, denunciando a opressão e o engano, como também a ganância, que é contra a natureza cristã.
Ele é, portanto, um livro para ser estudado e posto em prática, devido aos seus grandes ensinamentos.

sexta-feira, 4 de julho de 2014

O JOVEM PASTOR TITO

 A carta a Tito é uma das mais significativas de Paulo, uma pastoral, como as de Timóteo. Ele ensina Tito a lidar com as pessoas de diversas idades da igreja, com o povo, de acordo com a índoles dele, segundo o apóstolo, "bestas ruins,"conforme um artista de Creta disse.Tito tem quatro principais assuntos.Tito estava em Creta, a sudoeste da Ásia Menor, no Mar Mediterrâneo. Ele era um gentio convertido (Gl 1.23); um cooperador de confiança (2 Co 8.23).
Fala primeiro do caráter e das qualificações de todos os que vão exercer cargo na igreja, o que é algo muito importante. Às vezes o obreiro tem a qualificação, mas não tem caráter para isso; às vezes tem caráter, mas não tem qualificação. É preciso ver isso.Por causa dessas deficiências há muitos obreiros ensinando heresias e exercendo o cargo  como se fossem donos da igreja. São soberbos. É uma prova de que os obreiros não podem ser postos nos cargos apenas por uma mera indicação, por um carro do ano, o que indica boas condições financeiras, nem por beleza, acontece, cor da pele, que também ocorre, nem por influência ou status (1.5-9). Depois, Paulo manda Tito ensinar a sã doutrina, por causa das heresias vigentes na época, como gnosticismo, as fábulas judaicas, as distorções bíblicas diversas, e também os judaizantes.Havia bastante falsos mestres na época, e cabia a Tito, mesmo jovem, silenciar esses falsos ensinadores da Palavra, dentro da igreja. É uma guerra perigosa hoje em dia, por que eles estão também em nossos púlpitos. Mas mesmo esses exercendo um cargo alto em nossas igrejas, devem ser combatidos por nós (1.10-2.1). O apóstolo também ensinou o papel de várias segmentos da igreja, os jovens, os anciãos, as mulheres, as idosas, idosos, e outros assuntos relacionados a esses (2.1-10). Finalmente, Paulo mostra que o cristão verdadeiro deve ter boas obras, que é a demonstração de uma fé genuína em Deus, não se conformando com o mundo.Não adianta ser cristão e continuar querendo fazer essas coisas que envergonham a Deus e aos irmãos.Se faz isso, não é guiado por Deus, portanto, não é seu filho (Rm 8.14).
Essa carta deve ser lida não só por quem quer ser um obreiro, mas todos cristão que quer servir a Deus com verdade, segundo diz Cristo em João 4. Sigamos suas recomendações.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

O DEPRAVADO POVO DE BENJAMIM

No livro de Juízes,capítulo 20,  há uma passagem muito tristonha sobre a guerra civil que houve entre Benjamim e o restante de Israel, por causa de uma grande corrupção moral.
Havia sido estuprada a mulher de um levita, por causa da baixeza moral dessa primeira tribo. O levita então notificou isso a todo o Israel, e houve a guerra. Benjamim morava próximo aos jebuseus, povo pagão, que influenciou a tribo vizinha sua. Deus já havia advertido isso no Pentateuco, que essas nações vizinhas poderiam influenciar ela para o mal. E aconteceu isso mesmo. A corrupção moral foi demais e a tribo quase foi destruída, depois de ter vencido duas vezes Israel;no entanto, Deus deu vitória a Israel e a tribo de Benjamim, depois, foi restaurada, mas aprendeu uma bela lição. 
Isso aconteceu no tempo dos Juízes, onde não havia rei ainda, e esporadicamente Deus levantava pessoas para livrar Jacó de seus inimigos e julgar o povo.
Que coisa medonha isso. Apesar de ser  num tempo onde não havia rei, Israel foi administrado por Deus, embora o povo depois tenha rejeitado o governo teocrático que Deus exercia no tempo de Samuel, o juiz profeta. Ele foi grandemente usado por Deus para começar a fortalecer o povo de israel.
O problema foi que o povo estava agindo como Sodoma e Gomorra, cheio de prostituição, metida no homossexualismo, pois foi isso que ia acontecer se o homem que hospedou o levita o deixasse nas mãos desse povo depravado. Da mesma forma que, em Gênesis, os de Sodoma queriam seviciar os anjos, pensando que  eram apenas visitantes na casa de Ló. Até onde desceu a tribo de Benjamim! Só Deus mesmo para ter misericórdia.

domingo, 29 de junho de 2014

O PRAZER DA CASA DE DEUS

Gosto de ir sempre ao culto no domingo, quando não vou, falta alguma coisa. Lá é onde Deus age, nos conforta. É maravilhoso.
Isso me completa todo. Ouvir os hinos, a pregação, o consolo de Deus. Não é algo que faço mecanicamente, tenho prazer em ir. Lembro do salmista quando disse que se alegrou quando o convidaram a ir à casa de Deus. Que melhor lugar para tirar a tristeza? Temos a certeza que Cristo nos consola e nos dá seu perdão, em meio a tudo isso que passamos. Só Deus nos dá segurança, só Ele nos satisfaz.
Lá, encontramos irmãos, aos quais pedimos oração, temos ajuda com os problemas que passamos, ouvimos outros irmãos contando seus problemas e dizendo como saíram deles, e, assim, vamos crescendo. Deus age de modo que todos que ouvem, ficam espantados.
Às vezes chego tão triste, saio de lá alegre, mas não é uma vez ou outra, mas sempre Deus me dá de sua graça. O melhor lugar do mundo é nos pés de Jesus. Ele é a segurança necessária para todos que precisam de sua sombra.

sábado, 28 de junho de 2014

O ERRO DE CHARLES SWINDOLL

Estava lendo dois livros de Charles R. Swindoll: "Paulo, um homem de coragem e graça"; "Davi, um homem segundo o coração de Deus", ambos da editora Mundo Cristão,São Paulo, 2003.
Bons livros, ensinamentos da vida desses dois personagens que nos fazem ser mais crentes. Ele não segue a linha do comentário hermenêutico nem exegético, mas é um profundo conhecedor da Palavra de Deus, e um comentarista bastante conceituado nos EUA. Mas, percebi que ele segue a linha cessacionista, ou seja, que Deus não fala audivelmente nos dias de hoje, com o seu servo, nem que os dons são para os dias de hoje. Discordo dele. E muito.
Por exemplo, no livro sobre Paulo, na página 217, ele diz o seguinte: "antes das escrituras serem completadas, Deus às vezes comunicava a sua vontade em visões e, mais  frequentemente, em sonhos." Depois, ele diz no livro sobre Davi, na página 280: "Naqueles dias, Deus falava audivelmente com o seu povo. Agora que temos a Bíblia para ler e dar-nos diretrizes, Deus fala conosco diretamente na sua Palavra. Naqueles dias, porém, Deus falava com seu povo em sonhos e visões, e assim como mediante indivíduos designados, tais como juízes, líderes e profetas."  Ele realmente acredita nisso. É uma fé que restringe o que Deus pode fazer. Ele não pode ser pragmático aqui, antes, deve dizer que não crê que Deus fala hoje em dia assim, mas não que ele não fala. Não existe nada nas escrituras que afirme isso. Falta de fé em Cristo, e no que diz Hebreus no capítulo 13.8, que Jesus ainda é o mesmo ontem, hoje, e o será eternamente. 
Ele, Iavé, fala hoje em dia sim, só que nem todos creem. E há muitos presbiterianos que creem nos dons espirituais para hoje,como o reverendo Sam Storms, dos EUA, mas a maioria não crê assim, o que não muda nada em relação a isso. Se eles não creem, Deus não opera maravilhas, como não operou em Nazaré, por causa da incredulidade deles. Acredito que por isso não há a operação de maravilhas e milagres nessas igrejas, pois a falta de fé impede. Quando  Jesus curava alguém, dizia que era pela fé que a pessoa estava sendo abençoada, o que subtende que se não houvesse fé, eles não receberiam nada.Quando Pedro e João curaram o aleijado à porta formosa, viram antes que ele tinha fé para ser curado;se ele não tivesse fé, não seria curado.
É por isso que não creio no que Charles escreveu. Sou pentecostal, e acredito que os dons são para hoje. Eles que não creem nisso. Comamos a carne, e a espinha, joguemos fora.