Loading...

sábado, 31 de maio de 2014

SANTOS COMO DEUS É SANTO

FOTO: RBC1
Divino. O 13º  Congresso de Mulheres de Pernambuco, Templo Central, Recife, foi mais uma bênção de Deus. Templo tomando, o grande coral vestindo marrom, tomando todo o templo. Esteve presente um coral da igreja no Rio G. do Norte, e o cantor Vitorino Silva, que cantou quatro  hinos, cheio de inspiração e uma interpretação impecável, com seu estilo único, fazendo malabarismos com a voz. Vitorino Silva, que também é pastor, falou que Deus disse a ele que "brindou a igreja de Recife", por que ela tem conservado a sã doutrina do jeito que ela é, sem costumes estranhos, fazendo o que Deus quer. A igreja muito se alegrou nas palavras do pastor Vitorino.Cantou também o Quarteto Gênesis, do Templo Central, louvando com  alegria.
Grande Coral do 13º Congresso de Mulheres. Foto: Hércio Moraes - RBC
FOTO: RBC1
A alegria foi algo que se via facilmente nos rostos das irmãs, e o brilho do espírito Santo foi o alimento e a motivação para o culto a Deus, feito com  alegria tremenda. Lá fora, como sempre, estava tomado o pátio onde geralmente é o estacionamento.Na parte de trás também há uma área cheia de cadeiras e um telão, onde se assiste o congresso.
Durante o culto introdutório a irmã Milene, que faz chamadas frequentemente, fazia alguns comentários refente ao culto.
A palavra esteve a cargo do presbítero Marcelo Teles, que leu na primeira carta de Pedro capítulo 1.15,16. a unção de Deus se fez presente, e ele foi usado por Deus. Usando a analogia do oleiro, do agricultor e do ourives, ele explicou a forma que Deus trabalha conosco, preparando-nos tanto para a sua obra, como para o céu. Teve também uma palavra específica para pessoas ali presente, e até mesmo quem estava assistindo pela TV, Canal 14, de Recife. 
O culto terminou no horário programado às 21,10h. para e foi uma bênção, um tempo bem aproveitado. Um banquete da parte de Deus, e com certeza milagres foram realizados,além do principal, que foi a salvação de almas, pois três pessoas aceitaram Jesus como salvador de suas almas. Sinal de que Deus estava presente, e aceitou a oferta.

Nesse domingo 1 de maio, haverá o último culto das festividades, e Deus mais uma vez irá operar suas maravilhas. Segundo o pastor Aílton,começarás às 18hoo. E os irmãos em Recife chegam cedo, a partir das duas horas já não cabe muita gente, e vão até a noite, cultuando e louvando a Deus.

AS MULHERES E A SANTIDADE

Servir a Deus emociona


A festa do 13º Congresso de Mulheres em Recife está causando espanto, tamanha é a alegria, e o número de mulheres vindo de várias partes do estado e de outros estados vizinhos. É uma benção. A igreja em Recife ainda é ligada ao ministério de Belém, da CGADB,e é presidida pelo pastor Ailton José Alves.
Os irmãos vêm do agreste, Sertão, e outras regiões, como a Zona da Mata. Cada vez mais a festa está ficando mais bonita e mais bênçãos da parte de Deus. O número de mulheres é tanto, que todo o templo fica tomado, lá fora também se enche de gente, cerca de umas dez mil pessoas frequentam diariamente os cultos. E também há bastante pessoas não evangélicas que vão ali ouvir a palavra de Deus. É uma festa que chama a atenção.
Em toda a Rede Brasil de comunicação é transmitida as programações do culto à noite, via rádio internet, e televisão.  O tema desse ano é a santidade, e os preletores que falaram até agora, como o evangelista Amós Batista, e Natanael Ballet, falaram de maneira majestosa, de Deus, sobre isso. Foi uma apoteose, e eles não se calaram, nem deixaram de falar o que Deus mandou. O pastor Amós fez referência ao incidente envolvendo o pastor Eurico, e que muitos cristãos ficaram contra ele. Segundo o pregador, "há pessoas que estão de namorico com o mundo, e não se importam de envergonhar o evangelho com suas atitudes, com o fato de terem ficado a favor do mundo." O mundo jaz no  maligno, e quem a ele se junta, fica contra Deus, que é Santo, e não aceita que seus filhos ajam como se amigos do mundos fossem. O irmão Natanael falou sobre o olhar santo, e citou o caso de Sansão, a mulher de Ló, entre outros personagens bíblicos que se deixaram levar pelos olhos, que o apóstolo João diz que é "do mundo", e não "do 
Na ilustração, O Pastor-coordenador Samuel Oliveira / Foto: Everton Irineu - RBC
Pastor-coordenador Samuel Oliveira/ foto: Everton- RBC1 
Pai". A mensagem do pastor foi clara, para que nós possamos ser alguém que faz a obra de Deus, e não fazer aquilo que o desagrada, através dos olhos. Houve uma profecia sobre Pernambuco ser o celeiro de missões para o mundo, e que "já chegou o tempo de Deus fazer seus sinais", como falou o pregador.
"Ser santo é apartar-se do pecadoe viver para Deus", declara Aílton José Alves ,Pastor- Presidente da IEADPE / Foto: Everton Irineu - RBC
pastor Aílton Jose Alves/ Foto: Everton- RBC1
As irmãs deram testemunhos de curas, no culto, e até durante os ensaios do grande coral, como falou a irmã Judite, esposa do pastor Ailton, presidente da igreja. Outra irmã também foi curada de uma grave doença, e Deus mostrou que foi ele, pois ela foi operada por Deus, ficando uma cicatriz no lugar onde estava operada. E o que é interessante nisso tudo, é que Deus foi  operador da mesma.E o médico não conseguiu entender como poderia ter sido isso, já que a operação foi num órgão interno. Que maravilha! E, além do mais, isso só é a orla das obras de Deus. Ele fez e fará muito mais.
As irmãs que vêm de longe, muitas delas, se hospedam lá atrás, no prédio anexo, pois lá as salas são usadas como quartos de dormir. É uma bênção. Também há alimentação pela tarde é à noite. O templo fica pequeno para os cultos, tendo que as irmãs se revezam, para que todas possam assistir os cultos.Assim é Deus, e a igreja, seu corpo.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

APÓS A DOUTRINA



Culto de Doutrina na Assembléia de Deus em Recife, tendo como pastor-presidente Ailton José Alves, considerado um dos maiores líderes evangélicos da atualidade. Uma bênção, palavra e louvores a Deus. Tudo  uma maravilha, a bênção apostólica, todos para casa. A multidão começa a se dispersar no templo. A volta para casa. Mais lá fora há também outra multidão, que se junta com a que sai do templo.
Então o que se vê é a grande feira de comida típica: salsichas, bolos, bebidas, cd's piratas,churrasco, todo mundo comprando e comendo, nunca vi povo mais "faminto", come demais o povo de Deus.É outra festa então lá fora. muitos têm carro e não têm pressa de ir embora, outros, precisam pegar ônibus na Cruz Cabugá, Recife, uma movimentada avenida. E assim vão comendo tudo que podem,crianças e adultos, grupos de irmãs, de mocidade, corais, bandas, todos participam do Culto de Doutrina. A comida espiritual, e a física. Precisam das duas. Que bênção.
Ao longo da avenida Mário Melo, eles vão ficando, além dos ônibus e carros estacionados, lá dentro e lá fora, pessoas de classe média baixa, alta, ricos, pobres, todos são do mesmo nível, como manda a Bíblia, pois Cristo é quem é o Cabeça da Igreja (pode ser que um e outro "se ache", mas não é o certo). É bom ver isso no povo de Deus, cada vez mais crescendo e vivendo a vida cristã.
perto das 23h00, ou antes, não tem mais ninguém ali, todos vão embora, e aquela multidão ali é mais uma lembrança até à próxima segunda-feira, para outro culto abençoado de doutrina e festa; e assim vão vivendo o povo de Deus.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

A ABORDAGEM DE JESUS



Sempre me admiro com o encontro que Jesus teve com a mulher samaritana,no capítulo 4 de João. Gosto muito da abordagem de Jesus. Foi lindo a forma com que Jesus aborda aquela mulher, algo inusitado, já que não era comum um rabino fazer isso. A mulher era considerada algo bem inferior, costume vindo dos Macabeus.
Meio-dia, e a mulher veio tirar água. Jesus olhando para ela. Com certeza Jesus primeiro observou ela. E pediu água. "Da-me de beber". Espantou-se.  E começou aquele diálogo lindo. Chama a atenção que Jesus não disse que ela era uma prostituta.Se fosse um de nós, certamente diríamos isso a ela.Mas Jesus age diferente. Em nenhum momento Cristo a recriminou. Seus vizinhos e os moradores da cidade já faziam isso muito bem. Tudo o que aquela mulher precisava era de um alívio na alma. E olhe que Jesus é o próprio Deus! Então pergunto: que direito temos nós de condenar alguém ao inferno? Já vi isso muitas vezes. Como se fôssemos melhores que eles, e por nosso próprio esforço chegássemos a ser salvos. E não é assim.
Percebe-se, no texto acima, que, mais do que ninguém, Jesus poderia fazer contra quela mulher alguma coisa, mas agiria apenas como mais um condenando-a. Jesus foi sábio demais. Mas que pena que muitos de nós não queremos aprender com ele, mas condenamos a pessoa no mesmo instante que a vemos, ou se ficamos sabendo, mostramos asco em relação a ela. Absurdo. Jesus ensina a abordagem certa, nós é que ficamos inventando coisas sem sentido. Não devemos condenar o mundo, isso Deus fará no tempo dele, devemos apenas anunciar a verdade. Façamos isso.
Imaginem se Cristo dissesse que aquela mulher "tivesse vergonha na cara, que já estava com vários maridos, que parasse com aquilo, estava envergonhando os vizinhos e servindo de mal exemplo no mundo, como uma mulher prostituta, que aquilo não pera procedimento de alguém direito, se arrependesse dos pecados se não iria para o inferno..." Como Jesus foi gentil, usou palavras salvadoras. Aquela mulher precisava ouvir o som de uma brisa suave, um óleo sobre a  cabeça, e Cristo fez isso.Ela estava precisando de uma mão amiga, recriminação ela já ouvia demais, certamente, pois evitava pegar água pela manhã, mas pegava num horário bastante difícil, às 12h00, a hora sexta. Mesmo entre os samaritanos, povo mestiço, uma junção de hebreus e outros povos, quando da destruição de Israel pelos Assírios, aceitavam isso. Os rabinos davam graças a Deus por não terem nascido nem mulher nem samaritano. Jesus veio e começou a mudar essa cultura de não se falar com mulher. A salvação é para todos. Aprendamos com Jesus. Se o próprio Deus não condenou aquela mulher, quanto mais nós, meros pecadores.

terça-feira, 27 de maio de 2014

A COPA, A FIFA E OS IDIOTAS



Todo mundo alegre com a Copa do Mundo, desde que o Brasil foi escolhido como sede. Imagino  que muitos empresários, políticos oportunistas, ficaram alegres com isso. Foi algo estupendo, a alegria deles, um mandando e-mail para o outro, fazendo jantares tendo em vista a oportunidade. Muita  gente ficou rico com isso, as propostas, tudo planejado para que o dinheiro chegasse ate à conta. 
Agora o que realmente deixa a gente bravo, é as propagandas do governo, mostrando um mundo maravilhoso que não existe. Todos sorrindo, todos alegres, uma coisa linda. Seria mesmo, se não fosse uma mentira sendo empurrada goela abaixo de cada brasileiro. É um desrespeito à inteligência de nós todos.Absurdo isso.Tem vários deles, mas todos têm a mesma característica. O Brasil está perfeito, a união perfeita. Maravilha daquelas. Pura ilusão.
O Brasil vivendo momentos difíceis, com a violência galopante, protestos em todo lugar, as polícias fazendo greve, os postos de saúde e hospitais sem recursos cada vez mais. Enfim, todos sofrendo muito, mais do que o normal, e o governo dizendo que tudo está maravilhoso. Mentira. Tudo mal, as reclamações não param, todos reclamando do governo, pois os bilhões investidos nos estádios, e o povo sofrendo, e as propagandas o tempo todo pondo um óculos de ilusão. 
Esse mundo mostrando só teria lógica se a saúde estivesse boa, investimentos maciços na educação, aí sim, tudo seria bom. Poderia até aplaudir também. Mas assim não. Que isso. Chega de alienação, vamos ser realistas, a FIFA não é a redenção do Brasil, não vai trazer mudanças significativas para ninguém, mas só superficiais, isso tá claro demais. Aliás, a FIFA tem zombado de todos os brasileiros, impondo suas leis e normas aqui, como se fosse outra ONU, tendo moral para fazer e acontecer, tudo  por que dizem que o futebol "uni nações". Enquanto a FIFA ganha centenas de milhões com esse evento, os brasileiros vão ficar na mesma. Futebol é só um detalhe, não vai mudar a vida do trabalhador, não vai melhorar a saúde, educação e segurança. Isso é importante que aconteça. Depois da copa nós vamos ver se vai haver mudança mesmo. Comparo as propagandas atuais com aquelas que havia nos anos de chumbo, quando o Brasil foi para a copa e ganhou. Tudo foi uma maravilha, mas as mudanças mais importantes não aconteceram, pessoas continuaram morrendo, sumindo como quem era abduzido. O DOI-CODI parecia endiabrado, Roberto Carlos alienando  o povo com a Jovem Guarda, uma vergonha, e milhões vivendo no mundo da Disney. 
É esse o mundo mostrado nas propagandas do governo, não levando em conta a inteligência do povo, mas nos tratando como crianças, idiotizando o brasileiro. É algo terrivelmente desprezível.

Danilo Fernandes: Xuxa só para bobinhos e desconforto da família brasileira

 Este artigo é de Danilo, do Genizha;não concordo com tudo que ele escreve, mas esse aqui é bom demais. Ponho aqui para que leiam. Como foi tirado do Genizha, peguei do blog do Júlio.



Comentário de Julio Severo: O artigo de hoje, vindo do tabloide sensacionalista Genizah, vem por recomendação direta da Dra. Damares Alves, que o divulgou no seu perfil de Facebook. Contudo, por alguma razão, a matéria, que foi postada originalmente neste link, foi removida logo após à divulgação. No texto, Danilo Fernandes ataca o comportamento baixo da Xuxa, ataca o governo por impor a Lei da Palmada no Brasil, elogia quem se opôs a essa lei maligna, etc. O artigo está muito bom, em comparação com o lixo que ele escreve regularmente, e mostra que, quando não está envolvido em gossip (fofoca) e esquerdismo, ele até que consegue escrever algo que valha a pena ler. Mas é raridade. O único ponto desnecessário é que ele aproveitou para lamuriar a processo que está levando de Marcelo Crivella por crítica ofensiva. Esse é o problema. Se ele se ocupasse apenas em denunciar o erro sem difamar, seria um trabalho cristão digno de ser divulgado. A Dra. Damares foi muito humilde em divulgar o texto de Danilo contra Xuxa e sua sem-vergonhice, pois no ano passado a própria Dra. Damares foi alvo das difamações e ataques do Genizah, conforme registrado neste link: http://archive.today/Y6F27
Pude defender a Dra. Damares dessas calúnias aqui: http://bit.ly/13uMmH2
O Rev. Alberto Thieme, um pastor presbiteriano por quem tenho grande admiração, foi igualmente alvo de ataques de Danilo, que xingou o idoso pastor de “obscuro e nojento velho gagá Thieme” apenas porque o pastor presbiteriano “ousou” me defender, de forma extremamente educada e cristã, da avalanche de ataques que sofro periodicamente do Genizah e seus laranjas.
Imagino que se o Rev. Thieme recorrer ao Estatuto do Idoso para denunciar o modo como ele foi tratado como idoso, Danilo vai lamuriar que não só Crivella, mas também um pastor presbiteriano o está “perseguindo” injustamente!
Mas o atual artigo de Danilo — que foi removido do Genizah, mas está sendo disponizilizado aqui — mostra que, mesmo em meio a densas trevas, a luz pode brilhar. Antes da remoção do artigo, alguns achavam que poderia ter havido uma conversão. Seja como for, parabéns ao Danilo por esse artigo que demonstra que quando não está envolvido em fofocas e difamações, ele consegue trabalhar bem. Eis o artigo, conforme publicado originalmente em 24 de maio de 2014:

Xuxa só para bobinhos e desconforto da família brasileira

Danilo Fernandes
Esta semana, em sessão na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, o deputado Pastor Eurico se dirigiu à apresentadora Xuxa de maneira áspera e lamentou a sua presença na mesa diretora da CCJ. Ele afirmou que, "em 1982, Xuxa cometeu a maior agressão contra crianças", em referência à participação da apresentadora, como atriz, no filme "Amor, Estranho Amor". Xuxa não respondeu às críticas do deputado. Impedida de falar pelo regimento da casa legislativa, Xuxa fez um coraçãozinho para o pastor deputado. A liderança do PSB, partido do deputado, acredita que o deputado pastor Eurico gerou desconforto no plenário da CCJ.
O deputado Alessandro Molon (PT-RJ), relator da matéria aproveitou a quizomba causada pelo episódio para surfar a sua marola de popularidade na mais deslavada falácia lógica: “A gente está falando de crianças que são queimadas e espancadas.“ Sério? Atenção senhores pais: Agora fazer churrasco de criancinha é crime, viu?!
A coisa toda mais parece uma ópera bufa
Outros gaiatos querem dar a lei o nome do pobre menino BERNARDO, assassinado por sua madrasta no RS, como se o massacre tenebroso do garoto rejeitado pelo próprio pai se relacionasse de alguma forma a esta peça legislativa. Outros querem homenagear a menina Isabella Nardoni, jogada por seus pais da janela de um prédio. Xuxa, há dois anos atrás, ao comentar sobre a referida lei, também fez a mesma associação ao caso. A argumentação falaciosa beira o boçalidade. A disciplina infantil, um tapinha na mão da criança que insiste numa arte que pode lhe causar imenso perigo (botar o dedo na tomada) evolui para o mal trato, a lesão corporal, a tortura e até o assassinado com requinte de crueldade!
O deputado ofende a rainha dos bobinhos
Não tendo acesso a uma gravação completa do episódio, estamos limitados a arrazoar a partir do fragmento mostrando o desabafo exacerbado do pastor, o gesto midiático de Xuxa fazendo o seu “coraçãozinho” e a constatação de que a plateia se dividiu entre aplausos e vaias ao deputado.
Sabe-se também que enquanto alguns integrantes da bancada evangélica apoiavam o pastor, outros, como o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) e a deputada Sandra Rosado (PSB-RN) defenderam Xuxa “gostaria de deixar claro que essa é a opinião do Pastor Eurico. Não é posição da bancada evangélica.” disse Garotinho. “Cada um tem seu papel relevante na sociedade, seja como parlamentar, seja como artista.” disse Sandra Rosado.
Para além das reportagens traçando o perfil de um troglodita às expensas do deputado, já antevejo alguma campanha de artistas da ala do caviar fazendo coraçõezinhos criativos nas suas páginas do Facebook. Que fase, não?!
“Gerou desconforto". “Causou constrangimento”. Estas foram as expressões onipresentes nas matérias jornalísticas. Bem assim, o parlamentar já foi destituído da referida comissão e defenestrado pelo presidenciável e líder de seu partido, o governador de Pernambuco Eduardo Campos, provavelmente preocupado em não perder os votos dos fãs da Xuxa...
Desconforto e constrangimento de quem, cara pálida?
Sabemos que senso de propósito cristão, sabedoria e uma agenda reinista não são exatamente matéria abundante entre a bancada evangélica. Igualmente, percebo uma profunda inabilidade na arte da comunicação, o que causa estragos homéricos na imagem dos políticos evangélicos junto a opinião pública em geral, inclusive entre os próprios evangélicos.
Contudo, tenho de reconhecer a justa indignação do deputado Eurico (ainda que muito mal expressada) e de muitos outros deputados ali presentes em relação a mais uma intromissão maliciosa deste governo, em sua batalha para aniquilar os valores familiares da sociedade brasileira.
Na minha modesta opinião, porquanto eu posso expressa-la, ainda que à custa de processos movidos contra mim por ministros deste governo; DESCONFORTO real é aquele resultante da ação de certos segmentos representados naquele Congresso mui esmerados na tarefa de promover uma agenda legislativa que mais parece ter sido concebida no quinto dos infernos.
E, convenhamos, cristão que mereça este nome, diante deste tipo de ataque, tem mais é que sair da sua ZONA DE CONFORTO e se fazer DESCONFORTO às intenções do maligno. Seja proclamando o Evangelho, seja fazendo o bem nas ruas, nos mocambos, entre os aflitos e oprimidos e, naturalmente, na defesa dos valores que lhe são caros, fazendo uso de todos os meios possibilitados pelo estado democrático de direito, entre os quais, tocar a trombeta no legislativo. E que a Xuxa e a sua legião de fãs que se DESCONFORTEM à gosto e à vontade , posto que DESCONFORTO midiático-eleitoreiro passa, mas a legislação deletéria fica.
O DESCONFORTO de Xuxa todo mundo viu na TV e se apiedou. Tadinha da Xuxa. E o DESCONFORTO dos cristãos compromissados em barrar este ataque incessante visando a imposição de uma agenda que inclui o aborto, a ingerência do estado na criação de nossos filhos, o currículo escolar com kit gay e muitos outros eteceteras culminando na cereja deste sundae do capeta: dona Xuxa, em meio a uma audiência tratando de assunto sério, pagando de defensora das crianças e dos valores da família, enquanto a ministra Ideli Salvatti sapateia a sua vitória legislativa na cabeça da bancada evangélica? Este DESCONFORTO sensibiliza alguém? A mim sensibiliza!
Xuxa, uma coluna nos fundamentos da educação infantil no Brasil
Oi, quem? A rainha Xuxa? A manobra diversiva objetivando colher frutos de popularidade eleitoreira de uma nação já não tão hipnotizada pelas realizações do partido do governo? A santa Xuxa? Colocada em um andor pelos marqueteiros do PT para um longo périplo pelos gabinetes de Brasília a fim de abrilhantar as conquistas da presidente Dilma e fornecer uma gaveta de boas imagens para as suas matérias de campanha?
Ora pois, brasileiros, se a rainha Xuxa aprova a agenda do governo para as nossas crianças, quem irá se opor? A Globo é que não vai! Até o seu ex-namorado, o Pelé, irá dizer: Este gol vai para as criancinhas do Brasil espancadas por seus odiosos pais evangélicos!
E logo a Xuxa!
Que, sim, fez mesmo o tal filme pedófilo e que, se arrependida ou não, não teve ali, nem de longe, o ápice de sua atuação maliciosa contra a infância brasileira, mas posteriormente, em sua carreira de décadas como babá eletrônica, a frente de programas infantis infames, carregados de valores depravados e que muito contribuíram para a erotização precoce de crianças.
DESCONFORTO é a presença da D. Xuxa em uma discussão legislativa séria sobre educação infantil. Logo ela que desde a década de 80 martelou a cabeça das crianças com músicas de duplo sentido, sensualidade e moda infantil ao gosto dos pedófilos.
Xuxa e a erotização precoce

Qual foi o legado do programa da Xuxa para a educação infantil?

-A receita completa para construir gerações de ególatras consumistas, adoradores do sexo descompromissado e hostis a toda religião.
E observem nos vídeos aqui postados que, no passado, D. Xuxa até que era adepta de uma certa brutalidade com as crianças… Um tranquinho, de vez em quando, era o couvert artístico de figuração infantil no Show da Xuxa!
Não me comovem nem as lágrimas e nem o DESCONFORTO da Xuxa em busca de sua carreira de terceira idade: Mui digna defensora das crianças brasileiras! Xuxa pode não ser mais a mesma, mas no passado militou fortemente contra os valores familiares. Os vídeos neste post sublinham estes fatos.
-“Ah! Mas o deputado não teve uma atitude cristã... Ele fez o papel do acusador, mas a santa Xuxa respondeu às agressões com coraçõezinhos de amor.”
Foi mesmo, ô paquita?
Para começar, há a rainha boa Xuxa show infantil, com seus beijinhos e coraçõezinhos e há a rainha má Maria das Graças Menengel dos tribunais, a sua resposta habitual aos súditos rebeldes (CONFIRA). Xuxa já recorreu a justiça para caçar jornalistas, autores, cineastas, o twitter e até o Google por mostrar resultados de busca que não lhe caem bem. Não duvido que a Xuxa queira me processar também! Com o Crivella e a Universal num processo e a Xuxa em outro, vou morar de cobertura com vista para o "mar ressuscitado" na Jerusalem Celestial.
Xuxa não manda coraçõezinhos na TV a seus desafetos. O lance da Xuxa é promover ataques de pelanca nos tribunais. Acordem paquitas!
Azorrague no lombo de quem quer depravar a infância de nossas crianças!
Disseram:
“O pastor causou constrangimento”.
Que bom que alguém o fez. Constrangimento é a dor da hipocrisia. E hipocrisia é o que não faltou neste episódio.
Irmãos, há hora de estender a mão, há hora de partir o pão e é sempre hora de perdoar e amar. Contudo, como também nos ensina a Palavra, há a hora do azorrague. E, naquele instante no CCJ em que o jogo democrático exigia o debate firme de posições e os últimos recursos se exauriam a fim de evitar a aprovação de uma lei que viola o direito dos pais de corrigir os seus filhos (segundo nos ensina as Escrituras), era hora de ser profeta e repreender!  E eu só lamento que tenha faltado quem o fizesse a contento mas, na falta deste, louvo a Deus que ao menos UM se levantou para dizer: BASTA!
Fonte: Genizah

segunda-feira, 26 de maio de 2014

LEI DESONESTA

A Suécia está sofrendo por causa de uma lei lá promulgada em 1979.Proibiram de dar palmadas nas crianças, e agora elas não respeitam mais os adultos.Ninguém consegue explicar  o que está acontecendo com elas.Estão sem controle, e os pais não sabem o que fazer.O governo se meteu na criação dos filhos e agora está pagando o preço. Não se pode aceitar uma sociedade que não tem controle sobre as crianças.
Vai acontecer a mesma coisa aqui no Brasil, se essa famigerada lei for aprovada, que proíbe de dar palmadas. Vejam só o que o governo está fazendo.Não tem esse direito. Por acaso o Brasil é um estado totalitário?Só se fosse. Se as crianças aqui, sem isso, já não como são, imaginem com essa lei. Vai ser uma sociedade entregue ao seu próprio prazer.Absurdo.
Aonde nós vamos parar? Querem liberar mesmo. Que direito tem o Estado de fazer isso? Nenhum. Mas eles acham que podem fazer isso. Deviam fazer uma lei para que deixassem de roubar, ou pelo menos que respeitassem os votos que tiveram. Mas isso não preocupa eles. Infelizmente. As leis só servem para os outros.

domingo, 25 de maio de 2014

PASTOR EURICO, O RADICAL



Continuam as críticas e os absurdos em torno da polêmica manifestação do pastor Eurico (PSB-SP),contra Xuxa, símbolo sexual e amante de menores de idade. Até deputados da bancada evangélica  ficaram contra ele. Será medo de perder  votos? Isso é timidez, e timidez, em Apocalipse, é ter vergonhar de assumir os princípios cristãos afim de que não percam privilégios que uma sociedade ou um segmento político dê para a pessoa:

"ficarão de fora os tímidos, os feiticeiros, os que se prostituem,os homicidas, os idólatras (...)"

Ele foi radical, é verdade, mas se pensarmos direito, veremos que o discurso do cristão é radical, é ficar a favor de Deus ou do diabo, não existe meio termo no cristianismo, ou se é contra ou a favor. Leiam as cartas do apóstolo João. Percebam como ele é "radical" ali,em 1 Jo 2.15: "pois tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos, e a soberba da vida, é do mundo (...) Como cristãos apoio o pastor Eurico; Xuxa, jamais, nem esses políticos, que, aproveitando esse discurso do pastor, querem pousar de bonzinhos.No mínimo deveriam apoiar seu correlegionário nesse momento difícil. Mas não, foi a mídia começar a apoiar essa devassa apresentadora, ficaram do lado dela, olhando os votos. Fiquei envergonhado com a declaração de um certo deputado pernambucano que disse que "a Bíblia manda amar todas as pessoas". Calma aí deputado. Onde o senhor leu que por amar as pessoas devemos acatar todos os erros dela? Isso que o senhor disse não tem base bíblica. Veja como Deus castigou Israel e Judá por causa e pecados cometidos;e Deus amava esse seu povo.Leia Ezequiel 22 e 23.Dois capítulos. Veja o caso de Davi, e como Deus o castigou por causa de pecado; veja o caso de Elias, radical por extremo, que lutou contra o que todos achavam certo, quando o Estado e a sociedade apoiavam o sincretismo religioso,tendo Baal como centro. Seu discurso,deputado, é antibíblico. O discurso de Jesus no capítulo 23 de Mateus foi de um grande radicalismo. O cristão é assim, deputado, um radical. Não estou dizendo que tudo que o pastor Eurico disser e fizer está certo, mas não posso deixar de admitir que ele acertou em  não ser transigente com o erro e denunciá-lo.Vejam João Batista, no seu radicalismo total, denunciando o rei Herodes, prostituto, e não tendo medo. Paulo foi outro radical, que pregava a Cristo, e esse, crucificado. Radical demais, não? É o Evangelho e sua mensagem. Vejam Jeremias. Todos diziam que Deus não estaria contra a cidade, pois lá havia o templo, mas o profeta foi radical e denunciou que nem o templo, nem a cidade santa seriam empecilho contra sua vontade de destruir o povo.Veja isso em Jr nos capítulos 7,11,13. Deus é radical. Elias e Jeremias enfrentaram todo um sistema que era contrário às suas mensagens.
Por isso apoio o pastor Eurico. Repito, não concordo com tudo, mas ele acertou em seu radicalismo. Sou contra alguma coisa que ele fizer, que fira os bons costumes, as doutrinas bíblicas, o discurso bíblico, mas fora isso, apoio ele. Então eu vou ficar a favor de Xuxa, eu, um cristão? Jamais. O pastor merece meu apoio. E daí, se ele pareceu fora de si? Pareceu. Jesus por acaso não pareceu muito enfurecido quando expulsou aqueles cambistas do templo? Vai ver, ele se inspirou no Mestre. Todo cristão que ficar contra o pastor, e a favor dessa mulher, está negando a Deus, o Evangelho, que condena essas práticas, das quais essa mulher é uma prova viva. Quantas crianças não foram pervertidas por ela? Entraram em mau caminho por sua influência maligna. Que Deus nos livre, e Iavé nos proteja.
E, assim, quero ressaltar o radicalismo dos profetas,de IEROSHUA dos apóstolos, dos cristãos que verdadeiramente seguem a Cristo. Mais radical do essas palavras de Jesus não existe: "aquele que quiser vir após mim, tome a sua cruz, negue-se a si mesmo, e siga-me." Sejamos radicais.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

O PASTOR E O SÍMBOLO SEXUAL

Ele foi implacável e disse tudo que queria dizer. Um deputado vindo de Pernambuco. Foi forte mesmo, diante das câmaras, diante do Brasil, o pastor Eurico disse diante da apresentadora Xuxa Meneghel que ela "foi um péssimo exemplo", e não deveria ser um ícone para o programa ao qual ela está vinculado, via UNICEF.
Todos ali ficaram espantados com a ousadia do "herói" pernambucano. Com certeza ele vai ganhar essa eleição de novo. Ele fez o que muita gente não teve coragem de fazer, é louvável; talvez eu não fizesse o mesmo. E agora, pastor? O que será?
Claro que nem todo mundo gostou do que o pastor disse, se referindo ao filme Amor, Estranho Amor, de 1982, no qual a artista contracena com um adolescente, visto como uma coisa imoral pelos assembleianos e evangélicos sérios. A apresentadora estava lá para apoiar e influenciar na chamada Lei da Palmada, para que as crianças não sejam castigadas, como vem acontecendo cada vez mais. Um artigo de Laura Capiglione, do portal Yahoo!, critica fortemente a igreja Assembléia de Deus, chamando o povo de 'treinados', dando a entender duas coisas. Primeiro, não sabe  o que é conversão (jamais saberá sem passar por ela); segundo, acha que os evangélicos são assim por que são ensinados a ser, mas é algo que ela jamais vai compreender se não tiver um encontro com Cristo. As pessoas entregues ao seus próprios desejos, como Xuxa e essa blogueira, não vão compreender aquilo que é espiritual,pois a mente não foi mudada pelo poder de Deus, pelo evangelho. Por isso o engano dela.
É sabido que até José Serra, quando Ministro da Saúde da  no governo de Fernando Henrique, criticou Xuxa, dizendo que ela era "um mal exemplo para as adolescentes", quando, sendo quem é, incentiva a promiscuidade entre as adolescentes. Serra foi muito criticado também, mas não tanto como foi e está sendo o pastor Eurico. Ponto para ele. Não dá para negar que essa mulher foi e é um péssimo exemplo para as crianças e adolescentes, e não é preciso ser cristão para entender isso. Vejam Serra. O pastor está  certo. Foi corajoso, agiu como Cristo agiria. Muitos de nós temos medo de assumir uma posição dessa diante de algumas pessoas; imagine diante do Brasil inteiro!Não foi fácil para o pastor fazer isso. E, acredito que grande é a pressão sobre ele.
É verdade que a 'Rainha dos Baixinhos', como escreveu a Laura, esteja no fim do reinado já faz tempo, mas fez um belo estrago no Brasil. Mas ainda é honrada por muitos, principalmente pelo fato de pertencer a uma emissora poderosa como a Globo. Infelizmente.
O pastor Eurico agora é o "heroi" nacional do povo evangélico,principalmente da igreja Assembleia de Deus, por enfrentar alguém com tanta influência quanto Xuxa e a Globo.Talvez a luta esteja só começando.Que Deus seja louvado nisso tudo.

sábado, 17 de maio de 2014

NEEMIAS E ESDRAS,OS AVIVALISTAS

Gosto de ler o livro de Neemias. No capítulo 8 e 9 há o relato da festa das cabanas e a alegria que tiveram ao realizá-la. Foi algo que nem Davi nem ninguém fez igual. Nem mesmo Davi. Eles começaram lendo o livro da Lei:

 E Esdras, o sacerdote, trouxe a lei perante a congregação, tanto de homens como de mulheres, e todos os que podiam ouvir com entendimento, no primeiro dia do sétimo mês ( v. 8.2-3).

Depois eles fizeram a Páscoa no capitulo 9. E a alegria foi grande:

Assim publicaram, e fizeram passar pregão por todas as suas cidades, e em Jerusalém, dizendo: Saí ao monte, e trazei ramos de oliveiras, e ramos de zambujeiros, e ramos de murtas, e ramos de palmeiras, e ramos de árvores espessas, para fazer cabanas, como está escrito.
Saiu, pois, o povo, e os trouxeram, e fizeram para si cabanas, cada um no seu terraço, nos seus pátios, e nos átrios da casa de Deus, na praça da porta das águas, e na praça da porta de Efraim.
E toda a congregação dos que voltaram do cativeiro fizeram cabanas, e habitaram nas cabanas, porque nunca fizeram assim os filhos de Israel, desde os dias de Josué, filho de Num, até àquele dia; e houve mui grande alegria (vs 15,16,17).

A festa foi grande, e a alegria também. Fez lembrar a festa promovida por Josias e Ezequias, mas essa superou, mesmo sendo feita por pessoas que estavam voltando do cativeiro, após setenta anos. Não foi fácil para eles reconstruir a cidade após tudo isso que houve.
Lembrando que tudo começou por causa da leitura do livro do Lei, e o povo se conscientizou do que teria que fazer. Todo avivamento começa com a Palavra de Deus, sem ela, tudo é ilusão.