Loading...

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

AS LUAS E O MESSIAS


Esses últimos tempos estão mesmo complicados. Tem se falado muito das quatro luas de sangue, predita no livro de Joel,capítulo 3, e que, cada vez que aparecem essas luas, algo de muito grande vai acontecer no mundo. Essas coisas têm sido asseveradas pelos rabinos Mendel Kessim, e Jonathan Cahn, esse último, messiânico. Dizem eles que o Messias está perto de vir, e que o terceiro templo será em breve construído em Jerusalém, no lugar considerado do antigo templo. Os maometanos dizem que Maomé foi assunto ao Céu nesse lugar, o que é uma inverdade. Esse profeta não é de Deus, é um falso profeta, usando seus parcos ensinamentos para levar ódio e destruição ao mundo, estuprando crianças e fazem toda espécie de barbárie, até crianças eles crucificam, e fazem coisas terríveis contra elas, até enterrando elas vivas, como a mídia tem mostrado!
O dia 29 de Elul está incluído nessa profecia; nesse dia, ocorreram os maiores crashes do mercado. No dia 13 de setembro acontece a Festa das Trombetas. Vai acontecer um fenômeno chamado a Virgem Vestida de Sol (23 de setembro), que lembra Apocalipse 12, onde João profetiza sobre isso. No livro, a mulher vestida de sol é Israel, que tem um filho, que fica claro na Bíblia que é Jesus. Também nessa data se comemora o 50º da reconquista de Jerusalém (Jubileu), que brilha na constelação de Virgem.
As quatro luas de sangue são sinais bastante esperados; há sinais acontecendo que podem corroborar para isso, como um ressurgimento do Sinédrio em Israel; o surgimento de um califado; um acordo nuclear; a restauração do culto hebreu.
Uma das coisas mais estranhas foi o anúncio da construção de um avião russo que vai ser usado no fim do mundo, previsto para aguentar às maiores calamidades, usando uma tecnologia de ponta; da mesma forma os EUA, que construíram um Boeing E-4B Nightwatch.
Dando apoio a tudo isso, estão as profecias de Daniel 9.23-27, considerada a espinha dorsal das profecias bíblicas. É no livro de Daniel também que estão profecias que se cumpriram de uma forma tremenda, com a que fala da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. Foi no dia 5 de março de 444 que os muros de Jerusalém foram edificados; no mesmo mês, no dia 30, do ano 33 d.C., o Messias entrou em Jerusalém, cumprindo as profecias bíblicas de uma forma tremenda! Que Deus maravilhoso esse nosso! Como ele é Fiel, Eterno, terrível! No dia 3 de abril, Cristo morreu numa cruz, numa sexta-feira. No dia 6 de agosto do ano 70, o templo de Jerusalém veio abaixo, como disse Cristo em Mateus 24.
Nós, cristãos, estamos de olho nisso, pois indica que nossa redenção está próxima, Cristo vem em breve, e a igreja será raptada da terra. Muitos não estão se dando conta desse fato, vivendo em seus prazeres como se isso fosse o suprassumo da vida. Não foi isso que Cristo disse. Segundo o Mestre, é agora que devemos nos apegar a ele, agora é a hora de nos firmarmos mais na palavra de Deus.
Vejo os templos, na oração. Vazios, pois nos preocupamos mais com nossas finanças, sabendo que isso vai ficar aqui. Precisamos ter a consciência que isso vai ficar aqui, é que o mais importante é a eternidade, pois é lá que o tempo não terá fim, e para sempre estaremos com nosso Senhor. Mas, como disse Jesus, “achará fé na terra quando isso ocorrer?”
Digamos, não só com nossas palavras, mais com nossas obras: ora vem, Senhor Jesus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário